Alto Vale
Foto: Cláudia Pletsch/DAV

Cláudia Pletsch/DAV

O Departamento Nacional de Infraestrutura e Transportes (Dnit) já oficializou a contratação da empresa que fará a supressão da vegetação ao longo da BR-470 no Alto Vale. A empresa Status Terceirização de Serviços Eireli foi a contratada pelo valor de R$454.999,99 e deve começar a execução do serviço nas próximas semanas.

O trabalho será executado do quilômetro 199, no acesso principal a Ibirama, até o quilômetro 116, no acesso a Otacílio Costa numa extensão total de 83,2 quilômetros. De acordo com o superintendente do Dnit de Rio do Sul, Cristhiano Zulianello, o contrato com a empresa foi assinado já no início dessa semana e a partir dessa quarta-feira (14) a empresa já inicia a mobilização dos equipamentos e colaboradores para iniciar os serviços. “O cronograma prevê que a execução seja feita de trás para a frente, ou seja, começa no quilômetro 199 e vai descendo a serra, principalmente porque ali na Serra da Santa tem muitas árvores com risco de queda, então queremos dar prioridade para aquele segmento que é mais crítico”, explica.

Cristhiano ressalta que a supressão e organização do material lenhoso e resíduos de vegetação na faixa de domínio da BR-470 é realizada para remover árvores exóticas que, caso venham a cair, coloquem em risco os usuários da rodovia, mas também para reduzir o risco de colisão em casos de saída de pista.

“A princípio a madeira cortada vai ser armazenada em locais específicos na faixa de domínio e posteriormente deverá ser doada para as Prefeituras de acordo com o segmento que cada município é cortado pela BR-470”, finaliza.