Alto Vale

Reportagem: Helena Marquardt/DAV

A empresária Elisete Pessatti, filiada há pouco tempo ao PSDB, foi lançada como pré-candidata à prefeita de Taió em uma coligação com o PP anunciada nesta quinta-feira (28). O objetivo é dar continuidade ao trabalho que vem sendo executado pelo prefeito Almir Guski, que não teria mais intenção de concorrer a reeleição.

Em entrevista ao DAV ela conta que o projeto político já está bem encaminhado e que o grupo está unido e focado nas eleições municipais para apresentar à população um projeto para trazer mais desenvolvimento para Taió, sem pensar em siglas e sim na qualidade de vida das pessoas. “Acredito que não podemos olhar partidos, temos que olhar principalmente as pessoas”, ressalta.

Elisete afirma ainda que a empresa da família, o Frigorífico El’golli, foi instalada na cidade em 1986 e começou pequena, mas cresceu graças a vontade de trabalhar e honestidade da diretoria nos negócios. Uma experiência de sucesso que ela pretende levar também para a vida pública. “Hoje temos uma empresa grande, sólida, com muitos colaboradores e sempre procuramos fazer o melhor para a sociedade. Seguirei no conselho, mas tenho pessoas preparadas para continuar esse trabalho na empresa e poderei me dedicar à política recebendo todo esse apoio e incentivo deles. Na administração pública quero compartilhar coisas boas a partir da minha experiência como empresária”, comenta.

A empresária, que é irmã do prefeito de Rio do Oeste, Humberto Pessatti, afirma que a política está no DNA da família e diz que não falta inspiração para iniciar a trajetória na administração pública. “Tivemos tios que foram vereadores e outros familiares que ocuparam cargos políticos e com certeza meu irmão também é uma grande inspiração porque junto com sua equipe tem conseguido o progresso de Rio do Oeste, seguindo sempre um caminho de muita honestidade”, disse.

Aliança confirmada com o PP

Questionada sobre quem seria o nome do PP mais cotado a compor a chapa como um possível candidato vice-prefeito ela diz que a decisão será tomada após uma pesquisa com a própria população. “Temos bons nomes no PP, mas o povo é quem vai dizer quem será o vice. Mas além do vice também estamos abertos a outros partidos para fazer uma grande coligação pensando no bem de Taió”, completa.