Política
Foto: Divulgação

Na noite desta segunda-feira (29) a Assembleia Legislativa realiza sessão solene para a outorga da Comenda do Legislativo Catarinense, a mais alta honraria da Casa. O vice-presidente da Alesc, deputado estadual Nilso Berlanda (PL), vai entregar a Comenda ao empresário e Jorge Goetten.

Instituída pela Resolução 2/2008, a homenagem é destinada às personalidades e instituições que se destacaram por seu compromisso social e empreendedorismo em prol de Santa Catarina.

“Jorge Goetten hoje é um dos empresários mais reconhecidos no setor de segurança e serviços, empregando cerca de duas mil pessoas em nove cidades catarinenses. Exemplo de perseverança e sucesso no mundo empresarial, Goetten acredita em Santa Catarina e tem projetos de expandir seus negócios para todo o Brasil” destaca o deputado Berlanda.

O deputado lembrou ainda que além da vida empresarial, desde 2018 Jorge se dedica à vida pública, quando foi eleito deputado federal suplente pelo PL. “Ele tem uma trajetória de sucesso que merece ser reconhecida, especialmente, por gerar empregos e renda em Santa Catarina e por se dedicar a causas nobres”, afirmou.

Serão agraciadas com a premiação 33 pessoas e oito organizações, indicados de forma democrática pelos 40 deputados estaduais.

Lista dos homenageados com a Comenda do Legislativo Catarinense:

– Hugo Lazzaretti – indicado pelo presidente da Alesc, deputado Mauro de Nadal (MDB);

– Antônio Joaquim Mathias, indicado pelo presidente da Alesc, deputado Mauro de Nadal (MDB);

– Jorge Goetten de Lima – indicado pelo vice-presidente, deputado Nilso Berlanda (PL);

– Gilberto Luiz Zanette, indicado pela deputada Ada de Luca (MDB);

– Waldemar Antônio Schmitz, indicado pelo deputado licenciado Altair Silva (PP);

– Sérgio Colle, indicado pela deputada Ana Campagnolo (PSL);

– Marlon Jorge Teza, indicado pelo deputado Coronel Mocellin (PSL);

– Alexis Tcholakian Morales, indicado pela deputada Dirce Heiderscheidt (MDB);

– Rodrigo Ferreira de Souza, indicado pelo deputado Dr. Vicente Caropreso (PSDB);

– Sandra de Avila Farias Bordignon, indicado pelo deputado Fabiano da Luz (PT);

– David Pereira de Araújo, indicado pelo deputado Felipe Estevão (PSL);

– Marco Antonio Corsini, indicado pelo deputado Fernando Krelling (MDB);

– Alceu Daud de Mello, indicado pelo deputado Ismael dos Santos (PSD);

– Nerino Furlan, indicado pelo deputado Ivan Naatz (PL);

– Noely Ruas Parisotto, indicada pelo deputado Jair Miotto (PSC);

– Vida e Cor, indicado pelo deputado Jerry Comper (MDB);

– Hospital São José, indicado pelo deputado Jessé Lopes (PSL);

– Arthur Wanke (in memoriam) – indicado pelo deputado João Amin (PP);

– José Antônio Tiscoski da Silva – indicado pelo deputado José Milton Scheffer (PP);

– Comunidade Bethânia – indicada pelo deputado Julio Garcia (PSD);

– José Norberto de Souza Filho – indicado pelo deputado Kennedy Nunes (PTB);

– Miranda Heidrich – indicada pelo deputado Laércio Schuster (Podemos);

– Lauro Mattei – indicado pela deputada Luciane Carminatti (PT);

– Abba Social – indicado pelo deputado licenciado Luiz Fernando Vampiro (MDB);

– Aldorindo Speranza – indicado pelo deputado Marcius Machado (PL);

– Bruno Bortoluzzi – indicado pelo deputado Marcos Vieira (PSDB);

– Nereu do Vale Pereira – indicado pela deputada Marlene Fengler (PSD);

– Ademar Ferreira Lopes, o Gringo – indicado pelo deputado Maurício Eskudlark (PL);

– Irmã Edelir Stupp – indicada pelo deputado Milton Hobus (PSD);

– Octaviano Zandonai – indicado pelo deputado Moacir Sopelsa (MDB);

– Gentil Cordioli Filho – indicado pelo deputado Nazareno Martins (PSB);

– Apae de Concórdia – indicada pelo deputado Neodi Saretta (PT);

– Dom José Gomes (in memoriam) – indicado pelo deputado Padre Pedro Baldissera (PT);

– Rubens Spernau – indicado pela deputada Paulinha (sem partido);

– Associação dos Pacientes Renais de Santa Catarina (Apar) – indicada pelo deputado Ricardo Alba (PSL);

– Antônio Lalau – indicado pelo deputado Rodrigo Minotto (PDT);

– Mariza Scholz – indicada pelo deputado Sargento Lima (PL);

– Dionei Tonet – indicado pelo deputado Sérgio Motta (Republicanos);

– Centro de Recuperação Nova Esperança (Cerene), de São Bento do Sul – indicado pelo deputado Silvio Dreveck (PP);

– Associação Caçadorense de Educação Infantil e Assistência Social (Aceias) – indicado pelo deputado Valdir Cobalchini (MDB);

– Marcos Luiz Schlickmann – indicado pelo deputado Volnei Weber (MDB);