Cidade
CRS/DAV

 

Após o Ministério Público constatar irregularidades nas obras de reforma da Escola de Educação Básica Alfredo Dalfovo em Rio do Sul, a Secretaria de Estado da Educação junto a pasta de Infraestrutura, está elaborando um projeto para a construção de um novo prédio para a unidade. As obras devem iniciar em 2021 e o recurso será de aproximadamente R$ 5 milhões.

 

Nos últimos anos, a escola Alfredo Dalfovo tem enfrentando dificuldade para atender a demanda de alunos. De acordo com o superintendente regional de Educação, Ernani José Schneider, aproximadamente 700 vagas são ofertadas todos os anos, no entanto as matrículas de alunos tem aumentado gradativamente, e a atual estrutura não comporta essa demanda.

“Para resolver a questão nós remanejamos alunos para outras escolas como Paulo Zimmermann e Luís Ledra, por exemplo. Porém a ampliação da escola Alfredo Dalfovo é uma demanda antiga que será atendida”, completa.

 

Conforme Schneider, provavelmente todas as salas da atual estrutura terão que ser derrubadas e vão dar espaço a um novo prédio.

“O novo projeto foi encaminhado e contempla a construção de uma biblioteca, ginásio e auditório”, completa.

 

Sem data definida para que a obra saia do papel e resolva definitivamente o problema da unidade, a Secretaria de Estado da Educação disponibilizou para o ano letivo de 2020 aproximadamente R$ 30 mil para a realização de reparos pontuais, em portas, fechaduras e no telhado da atual estrutura. Conforme Schneider, os reparos não irão afetar o início das aulas.

“São concertos que nós estamos realizando em outras escolas da região. Nosso objetivo é contemplar as 17 unidades do Alto Vale com esses pequenos reparos”, explica.

 

Início das aulas

 

As aulas da rede estadual de ensino iniciam na segunda-feira (10). As redes municipais, que envolvem a Educação Infantil e o Ensino Fundamental, trabalham com calendário semelhante ao que será executado pela Secretaria de Estado da Educação (SED).
Na rede estadual, 514,4 mil alunos retornam às aulas em 1.071 escolas. O recesso escolar será de 20 de julho a 2 de agosto. A previsão é encerrar o ano letivo em 16 de dezembro.

 

Jorge Matias