Alto Vale
Foto: Divulgação

Reportagem: Rafaela Correa/DAV

O Centro Educacional Prefeito Afonso Rohden no município de Salete deve passar por ampliação e reforma no valor de R$500 mil. A revitalização da escola já estava nos planos da Administração e os recursos, segundo assessoria de comunicação, já estão garantidos.

A prefeita do município de Salete, Solange Aparecida Bitencourt Schlichting, confirmou os investimentos para a revitalização durante essa semana. Chica, como é conhecida acompanhou a secretária de Educação Joana Demori e uma equipe técnica para avaliar a estrutura da Escola que deve receber investimentos para ampliação.

A prefeita teria ouvido servidores e também conversou com a diretora da Escola, Solange de Amorim Brocardo sobre as necessidades e demandas do dia a dia. “A ideia é construir uma cobertura do pátio, duas novas salas aula, novos banheiros, ampliar a área de refeitório e construir um palco”, explica Chica.

Segundo assessoria, atualmente há problemas estruturais no telhado, nas aberturas, forro e pisos. A Secretaria de Educação, explicou que a reforma da escola já estava no planejamento da secretaria e os recursos já estão garantidos. O levantamento dos custos precisa observar os critérios do Fundo Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE).

Para Joana Demori, a ampliação do Centro Educacional Prefeito Affonso Rohden é uma conquista importante para a educação de Salete. “A Comunidade Escolar onde está localizada a unidade hoje conta com atendimento de duas turmas de educação infantil e cinco de anos iniciais. A ampliação conta com área coberta, espaço para apresentação cultural, um refeitório amplo que atenderá todos os alunos, uma sala de aula e novos banheiros”, explica.

Ela diz ainda que os espaços deverão proporcionar a implantação do ensino em período integral e que a nova infraestrutura pode representar também acessibilidade. “Os alunos terão espaço coberto para desenvolverem atividades pedagógicas e atividades físicas. A nova sala de aula possibilita que aos poucos seja implantado o ensino em período integral, os banheiros terão maior quantidade e acessibilidade e os alunos poderão fazer as refeições com maior comodidade e segurança”, finaliza.