Cidade, Educação
Foto: Julio Cavalheiro

Reportagem: Cláudia Pletsch/DAV

Quatro escolas particulares já encaminharam seus Planos de Contingência para o comitê que avalia a retomada das aulas em Rio do Sul. O grupo formado por mais de 20 representantes de conselhos municipais, sindicatos, rede pública municipal, estadual, particular e assistencial agora avalia os projetos e deve fazer a aprovação para liberação e retomada das atividades presenciais nas escolas particulares que fizeram a solicitação.

A secretária de Educação de Rio do Sul que faz parte do Comitê Municipal, Janara Mafra, explica que os representantes fazem a avaliação dos projetos que devem estar de acordo com as diretrizes estabelecidas pelo Governo do Estado e caso não esteja dentro das normas o plano é devolvido com apontamentos que devem ser melhorados e apresentados novamente ao grupo. “O Comitê faz os apontamentos caso o plano não esteja dentro do que preconizam as oito diretrizes estabelecidas pelo Governo do Estado e tão logo sejam sanados todos os pontos, a instituição poderá em seguida retornar as atividades. O Comitê tem se empenhado muito, são pessoas comprometidas que estão envolvidas num grande esforço e não é por conta do Comitê que alguma instituição vai deixar de retornar”, relata.

Janara explica que para a Rede Pública Municipal ainda não existe data para retorno das aulas presenciais, e que numa quarta pesquisa realizada pela Secretaria de Educação com familiares e educadores o apontamento foi novamente para a não retomada no momento. “Nós fizemos uma nova pesquisa com as famílias e educadores e a gente percebe ainda que mais da metade dos pais tem insegurança no retorno das atividades, principalmente na Educação Infantil. Não é dia 31 de dezembro que vai acabar todo esse cenário de pandemia a não ser que surja uma vacina. No mais nós temos que observar a capacidade de atendimento das nossas escolas”, ressalta.

Apesar de ter um Plano de Contingência aprovado, agora a Rede Pública Municipal deve redigir o projeto com 34 anexos para as 34 Unidades Educacionais do município, além disso a secretária ressalta que até o final do ano a Secretaria de Educação de Rio do Sul deverá executar uma avaliação diagnóstica do ano de 2020 para dar entrada em um plano pedagógico adequado para as aulas em 2021. “Nossa meta até o dia 31 de dezembro é ter uma avaliação diagnóstica e um plano de gestão pedagógica ainda neste ano de 2020”, finaliza.