Alto Vale
Fotos: Divulgação

Reportagem: Rafaela Correa/DAV

As escolas Municipais Vila Gropp e Ribeirão Matilde em Atalanta são conhecidas pelo importante trabalho pedagógico desenvolvido na área ambiental e mesmo com as dificuldades impostas pela pandemia, elas foram consideradas “Escolas Destaques no Verde é Vida”. O projeto em parceria com a Afubra resultou no troféu “Gota Verde” recebido nesta semana.

Com o objetivo de levar a educação além dos muros da unidade, as crianças desempenham importante papel em casa, quando incentivam cuidados com a natureza. No início do ano de 2020, foram planejadas diversas ações de cunho ambiental, social, cultural e pedagógico, no entanto, a pandemia resultou em suspensão das aulas presenciais e por isso algumas atividades tiveram que ser planejadas novamente para que fosse possível dar continuidade ao projeto.

Juntamente com o trabalho pedagógico, as escolas conseguiram dar sequência ao trabalho ambiental realizando diversas ações à distância. Na busca por qualidade na educação, duas escolas do município tiveram lugar de destaque no projeto Verde é Vida, em parceria com a Afubra. Elas receberam o troféu “Gota Verde”.

“O troféu ‘Gota Verde’ representa o reconhecimento do projeto Verde é Vida em relevância aos serviços prestados à comunidade escolar e ao meio ambiente. Acreditamos que pequenas atitudes do nosso dia a dia possam trazer grandes resultados como um todo na sociedade, pois tudo começa na escola”, afirma a administração do município nas redes sociais. Na escola Ribeirão Matilde o troféu já foi recebido pela 5ª vez consecutiva e o colégio foi considerado destaque pela sexta vez.

A professora Rosane Jochen Herbst explica que são dois grupos ambientais que trabalham junto com a escola. “Ano passado nós ficamos com a terceira colocação no Bolsa de Sementes, que coleta sementes de espécies nativas do bioma da Mata Atlântica, coleta, beneficia, embala e manda para Santa Cruz do Sul para serem revendidas para recuperação de mata ciliar. Nós conseguimos a quantia de quase R$ 2 mil para a escola. Fizemos atividades junto à família, coletamos também o óleo saturado para mandar para a Afubra , onde eles dão um destino mais correto para o produto e fizemos troca de sementes para cultivo em hortas familiares, para as famílias manterem o hábito de fazer horta e terem uma alimentação mais saudável”, conta.

As unidades de ensino ainda foram reconhecidas em outro projeto, o “Bolsa Sementes”, ficando entre as quatro escolas que mais arrecadaram sementes na região Sul do país. A Administração Municipal parabenizou os colégios pela conquista. “Parabéns a todos os envolvidos na conquista de mais esse Prêmio para as escolas de Atalanta, reforçando cada vez mais a importância de desenvolver trabalhos ambientais e principalmente levando e elevando o nome de Atalanta e de toda a Educação Atalantense”.

 

Objetivo do projeto

Desde o início, o objetivo do projeto é levar a sensibilização ambiental aos jovens rurais através da educação nas escolas, auxiliando e fortalecendo o conhecimento e a necessidade de as pessoas serem mais conscientes e responsáveis em relação ao meio ambiente.
O vice-presidente da Afubra, Marco Antonio Dornelles destacou que o sucesso das atividades se deve ao trabalho dos municípios e escolas parceiras.