Cidade
Foto: Divulgação/ Ilustração

Com obras concentradas na finalização da Estação de Tratamento de Esgotos (ETE) de Rio do Sul, a Casan trabalha com a meta de colocar a primeira etapa do sistema em operação neste primeiro semestre.

O engenheiro e fiscal de obras da Casan, Antônio Martins, explica que assim que estiver pronto, as primeiras ligações serão no bairro Canta Galo. “Finalizamos os trabalhos nas ruas, para colocar em operação as primeiras ligações residenciais no Bairro Canta Galo, o primeiro a ser atendido”.

A ETE é a unidade operacional do sistema de esgotamento sanitário onde por meio de processos físicos, químicos e biológicos, as cargas poluentes do esgoto são removidas. Dessa forma, o efluente tratado pode retornar à natureza dentro de padrões determinados pela legislação ambiental.

O trabalho de depuração do esgoto em uma ETE pode levar dias, é longo e bastante complexo. Mas, graças a esse processo, a água usada nos imóveis, e que se transformou em esgoto, pode ficar livre de contaminantes que trazem riscos ao meio ambiente e às pessoas.

Quando estiver em plena operação, a Estação de Tratamento de Esgotos de Rio do Sul vai atender mais de 12,6 mil ligações domiciliares. O investimento total no Sistema de Esgotamento chega a R$ 74 milhões, com recursos da própria Casan e Caixa Econômica Federal.