Alto Vale
Foto Divulgação

Mais de 400 equipes brasileiras participaram da primeira etapa do Desafio Covid-19 de Robótica do Serviço Social da Indústria (SESI). Destas, 39 foram selecionadas para a segunda fase, entre elas a Little Builders, de Rio do Sul.

Formada pelos estudantes Raul Maciel Sperb (09), Luisa Massom (11), Giovana Martins Vieira (11) Mariana Malkowski (12) e pelo técnico, Edson Sperb, a equipe Little Builders, do SESI/SENAI Rio do Sul, criou uma máquina que promove a esterilização de produtos e objetos por meio de luz ultravioleta, solução já aplicada na área médica e de alimentos. O projeto inclui um temporizador com alarme sonoro, que indica o encerramento do processo e um sensor magnético, que desliga a luz quando a porta é aberta antes do tempo e evita que ela seja acionada acidentalmente.

As reuniões do grupo foram realizadas pelo Google Meet, seguindo a metodologia ‘Jornada do Herói’, utilizada em eventos de startups, tendo como ferramentas o Kanban, Canvas, Matrizes SWOT e 5W2H. “Participar do desafio foi uma experiência muito boa. Já participei de outros torneios parecidos, mas nunca totalmente on-line, que já é um desafio por si próprio. Estamos muito felizes por termos passado para a segunda fase e vimos que o esforço da equipe toda valeu à pena. Nossas expectativas são muito altas e já estamos com planos para melhorar nosso projeto”, disse Mariana Malkowski, integrante da equipe Little Builders.

O Desafio Covid-19 é um projeto de iniciação científica, elaborado para incentivar a criatividade de estudantes entre nove e 17 anos, tendo como tema o combate ao novo coronavírus. A competição é totalmente virtual e os projetos são formados por um formulário escrito, com caracteres limitados, e um vídeo de dois minutos, com a explicação criativa do projeto. O foco é a prevenção, o diagnóstico e o combate à pandemia. Os times terão até dia 04 de setembro para submeter mais informações sobre o projeto, detalhando a sugestão proposta, que será avaliada de acordo com os seguintes critérios: pesquisa, criatividade e inovação, empreendedorismo e impacto social.

Serão premiadas sete equipes e as três primeiras colocadas serão convidadas a expor seus projetos em um stand exclusivo, durante o Festival SESI de Robótica, previsto para março de 2021. O resultado final será no dia 25 de setembro. Além de Rio do Sul, o SESI Santa Catarina também será representado pelas equipes de Concórdia, Lages, Seara e Brusque.