Política
Lula conversa com FHC no Hospital Sírio-Libanês durante internação da ex-primeira-dama Marisa Letícia (Foto: Ricardo Stuckert/Reprodução)
Além de FHC, serão ouvidos como testemunhas de Lula Celso de Faria, Luiz Dulci e Fernando de Morais. Foram arrolados como testemunhas do empresário Fernando Bittar, sócio de filho do ex-presidente, Ricardo Azevedo, Lilian Bittar e Priscila Bittar.O processo em questão investiga se Lula recebeu propina da Odebrecht em forma de reformas no Sítio Santa Bárbara, em Atibaia, no interior de São Paulo, atribuído a ele. Conforme denúncia do Ministério Público Federal (MPF), as melhorias no imóvel totalizaram R$ 1,02 milhão.Na ação, o ex-presidente Lula foi denunciado por corrupção passiva e lavagem de dinheiro em maio de 2017 e se tornou réu na ação em agosto.Lula nega as acusações e diz não ser o dono do imóvel, que está no nome de sócios de um dos filhos do ex-presidente. O ex-presidente afirma que todos os bens que pertencem a ele estão declarados à Receita Federal.
Lula está preso na sede da Polícia Federal em Curitiba, no Paraná, em processos no âmbito da Lava Jato.
Fonte: G1