Cidade
Foto: Divulgação

O primeiro mês do ano foi positivo na geração de novos empregos com carteira assinada, em Rio do Sul. Segundo dados do Caged, órgão do Ministério do Trabalho, 484 vagas a mais foram criadas em janeiro, contando admissões e desligamentos. O setor campeão de contratações foi a indústria, seguido do de serviços.

Novas empresas abertas entre janeiro e fevereiro

Desde o primeiro dia do ano até o final de fevereiro, 409 novas empresas abriram as portas neste ano em Rio do Sul e 111 encerraram atividades, o que dá um saldo de 298 negócios a mais em funcionamento. No total são pouco mais de 10,7 mil empresas ativas, gerando empregos, tributos e desenvolvimento para o município.

Empresas MEIs que migraram para o Simples Nacional

A maioria dos empreendedores iniciam os negócios aos poucos, de forma a primeiro abrir um Microempreendedor Individual (MEI), para só depois se aventurar nas demais modalidades empresariais. E em alguns casos, existe um momento de evolução, onde é possível migrar de MEI para Simples Nacional, e se tornar uma empresa maior para aumentar o valor de receita e também o número de funcionários, por exemplo.

Em Rio do Sul, cerca de 40% das empresas em funcionamento na cidade são MEIs, e algumas atingem patamares que possibilitam subir para o Simples Nacional. Relatório emitido pela Secretaria de Desenvolvimento Econômico da prefeitura mostra que pelo menos 217 MEIs se tornaram empresas do Simples no ano passado. Entre janeiro e fevereiro de 2022 são mais 86.