Cidade, Esporte
Foto: Divulgação

Reportagem: Cláudia Pletsch/DAV

O novo ginásio de Rio do Sul não é somente um anseio dos amantes do esporte já que a construção deve beneficiar o município no sentido econômico também, pois com a nova estrutura são esperadas competições esportivas oficiais na cidade. No mês de maio, o projeto foi concluído pela Prefeitura Municipal e encaminhado para aprovação junto à Caixa Econômica Federal, agora que passou por adequações, a licitação deve ocorrer ainda no início de 2021.

A estrutura deve contar com uma quadra de futsal oficial de 40X20, dois mil lugares sentados, quatro vestiários, camarotes, oito cabines de transmissão, auditório, salas para serviços administrativos e espaço exclusivo para ônibus. O valor do projeto é calculado em torno de R$ 7,6 milhões, e desses, R$ 5 milhões são de recursos provenientes do Ministério da Cidadania, a contrapartida de R$ 2,6 milhões virá de recursos próprios da Prefeitura Municipal de Rio do Sul.

O prefeito José Thomé explica que o projeto foi encaminhado para a Caixa no mês de maio e retornou com o pedido de algumas alterações, mas que nessa semana as mudanças devem ser feitas e a planta será encaminhada novamente para o banco em busca de aprovação, sendo aprovado, o processo de licitação deve ser iniciado. “O projeto está sendo finalizado essa semana e sendo devolvido para a avaliação final da Caixa Econômica. Deve estar autorizado para licitar ainda nessa semana e deve estar indo para licitação no começo do ano que vem. Nós tínhamos o objetivo de dar ordem de serviço para ele em julho ou agosto desse ano, mas não foi possível, em função da pandemia a própria Caixa Econômica demorou muito na análise desse projeto. O setor de engenharia também demorou pois teve a interrupção das atividades presenciais, então atrasou cerca de quatro ou cinco meses”, ressalta.

Thomé revela ainda que a expectativa é que as obras do ginásio que deve ser construído ao lado do Centro de Eventos Hermann Purnhagen, no bairro Canta Galo iniciem em março do próximo ano, e deseja que a construção fique pronta para receber os Jogos Abertos de Santa Catarina (Jasc) em 2022. “A gente gostaria de termina-lo até metade de 2022, em julho ou agosto daquele ano por termos os Jogos Abertos que Rio do Sul será sede, e isso é muito bom para nós, então é nesse sentido que a gente está trabalhando, com esses prazos para conseguir realizar o evento em Rio do Sul”, comenta.

Para Thomé a obra representa crescimento para o esporte e para a economia, já que grandes competições costumam atrair um grande público de toda a região. “O projeto é histórico para a cidade, aguardado há muitos anos, a proposta para o ginásio com uma quadra oficial para futsal vai nos fazer repensar a possibilidade de um novo torneio de verão e de ter competições esportivas oficiais para futsal”, finaliza.