Alto Vale
Foto: Divulgação/ Rio do Sul

O governador Carlos Moisés deve chegar ao Alto Vale no início da tarde dessa quinta-feira (17), ele cumpria agenda no município de Blumenau mas modificou seu percurso e deve visitar as áreas atingidas no início da tarde.

De acordo com informações do Governo do Estado foram confirmadas pela Defesa Civil estadual sete mortes até o momento, sendo seis em Presidente Getúlio, e uma em Ibirama. A Defesa Civil do município de Presidente Getúlio chegou a informar que o número de mortes havia sido de dez pessoas, porém a Defesa Civil estadual confirmou seis óbitos no município até o momento, além de outro em Ibirama. As informações foram divulgadas em boletim oficial da Defesa Civil pouco depois das 10h.

O bairro Revólver foi o mais atingido no município e no momento as Equipes da Defesa Civil Estadual, Polícia Militar e Corpo de Bombeiros Militar de Santa Catarina (CBMSC) atuam no resgate e levantamento de perdas.

Em Rio do Sul de acordo com informações do prefeito José Thomé foram confirmadas duas pessoas desaparecidas no bairro Valada São Paulo. Algumas casas ficaram alagadas por conta do excesso de chuva. Três abrigos foram abertos, no Salão da Igreja do bairro Santa Rita, Salão da Comunidade Evangélica do bairro Bela Aliança, Salão da Igreja Católica do bairro Bela Aliança, Pavilhão do Lions Clube, no bairro Progresso. 48 pessoas de 11 famílias estão sendo atendidas no local.

As ruas interditadas em Rio do Sul são: Prefeito Luis Adelar Soldatelli, no bairro Valada São Paulo; Acesso a Presidente Getúlio, pela Serra do Tucano, após o bairro Itoupava; Rua Henrique Muller, no bairro Pamplona, loteamento Jardim Alexandro; Rua Patrício Noveletto, no Ribeirão do Tigre, bairro Barra do Trombudo; Ladeira Joaquim Nabuco, no Centro; Passagem pela ponte do Ribeirão Ximbica prestes a ser liberada.

Em Ibirama casas foram levadas pela força das águas e abrigos foram abertos para a população. Uma vítima fatal foi localizada na manhã de hoje no bairro Ariado, o corpo ainda não foi identificado. Uma família está abrigada na Escola Municipal Christa Sedlacek e o Prefeito Adriano Poffo alerta para que as famílias que necessitem de abrigo se dirijam até a  escola ou entrem em contato pelo telefone (47) 9.98838-5645.

Em Aurora o rompimento de uma lago atingiu algumas casas provocando danos matérias e alagamentos pontuais. Até o momento 15 famílias estão desabrigadas em virtude de cheia causada por um afluente do Itajaí Açu.

Após reunião com o chefe da Defesa Civil de Santa Catarina, Aldo Baptista Neto, por volta das 7h30, o governador Carlos Moisés determinou que o grupo de resposta de Rio do Sul apoie os trabalhos dos Bombeiros Voluntários na região. Ele também determinou o deslocamento de aeronaves do grupo aéreo do CBMSC para atuar nos resgates.

Já chega a 11 o número de mortos em enxurrada em Presidente Getúlio