Cidade
Foto: Divulgação

 

Jorge Matias

 

O Grupo Entre Mães Amigas vai promover no dia 22 de novembro uma pastelada a favor da campanha Ame Antonella, que tem objetivo de arrecadar recursos para o tratamento da bebê Antonella. Ela tem uma doença rara conhecida como Atrofia Muscular Espinhal (AME) e o tratamento só pode ser realizado nos Estados Unidos, com um custo total de R$ 9 milhões. O evento será realizado na antiga sede da Metalúrgica Riosulense, das 17h às 22h. Todo dinheiro arrecadado será encaminhado à campanha.

 

Uma das organizadoras do evento, Graciela Borba, disse que a meta é vender 3 mil cartões antecipadamente. “Eu acredito que a gente tenha poucos cartões disponíveis. Nesse final de semana nós vamos fazer um levantamento para passar à empresa que vai fazer os pastéis. No dia teremos a venda de refrigerante e água, produtos que foram doados por empresas da região” disse.

 

A animação do evento vai ficar por conta da Banda Gurizada e o cantor Edu Gueda, que irão fazer as apresentações voluntariamente. Também haverá brinquedos no local. A pastelada beneficente é mais uma evento que faz parte da campanha Ame Antonella, que movimenta ações em todo o país.

 

Os cartões estão sendo vendidos por R$ 5 cada e podem ser adquiridos em estabelecimentos dos bairros Centro, Itoupava, Jardim América e Canta Galo ou pro meio do telefone (47) 98859-0661

 

Outras ações realizadas na região

 

A busca por recursos para a campanha em prol da pequena Antonella continua mobilizando muitas pessoas. Nesta quarta-feira (13), duas ações foram realizadas em Blumenau com o objetivo de arrecadar dinheiro para o tratamento da bebê.Um bazar beneficente foi promovido no bairro Itoupava Seca. Durante o período, mais de quatro mil artigos, entre roupas, calçados, brinquedos e acessórios, foram colocados à venda. Toda renda será revertida para a campanha.

 

Já os alunos do curso de administração da UniSociesc Blumenau organizaram um evento de restaurantes. Para a ocasião, foram montados restaurantes temáticos inspirados em contos clássicos como Aladdin, Bela Adormecida e Alice no País das Maravilhas. Esses espaços comercializaram pastéis, pizzas de cone e esfihas, com preços que variou de R$ 4 a R$ 12. Parte do lucro foi destinada para o tratamento de Antonella.

 

Sobre a doença

 

A Atrofia Muscular Espinhal (AME) é uma doença rara, degenerativa, passada de pais para filhos e que interfere na capacidade do corpo de produzir uma proteína essencial para a sobrevivência dos neurônios motores, responsáveis pelos gestos voluntários vitais simples do corpo, como respirar, engolir e se mover.

 

Varia do tipo 0 (antes do nascimento) ao 4 (segunda ou terceira década de vida), dependendo do grau de comprometimento dos músculos e da idade em que surgem os primeiros sintomas. Até o momento, não há cura para a Atrofia Muscular Espinhal (AME).

 

Os neurônios motores morrem devido à falta da proteína e os pacientes vão, pouco a pouco, sentindo os sinais e sintomas da doença, que pode levar à morte.