Alto Vale
Foto: Divulgação

Reportagem: Helena Marquardt/DAV

A Gruta da Pimenta, um dos atrativos turísticos religiosos de Presidente Getúlio, foi alvo de vandalismo. No local foram derrubadas e quebradas estátuas e ainda furtados dois refletores de solo. O espaço havia sido revitalizado recentemente pela prefeitura e agora a polícia investiga o caso para identificar os criminosos.

O diretor do Departamento de Turismo de Presidente Getúlio, Amadeu Gonçalves, comenta que o Executivo revitalizou o local por duas vezes, mas que essa não é a primeira vez que a gruta é alvo de vândalos, uma situação que segundo ele revolta a comunidade. “A comunidade está muito chateada, revoltada porque é algo da própria comunidade e que eles gostam e preservam. É um ponto de fé onde as pessoas vêm para rezar, fazer promessa. São mais de 200 imagens de santos e alguém se incomodou, foi lá e quebrou a estátua principal, derrubou outras”, conta.

Amadeu comenta ainda que a hipótese que o estrago tenha sido causado por animais está descartada, seja pelo furto dos refletores ou mesmo porque as imagens foram retiradas de seus altares. “As pequenas que estão no chão até poderiam ser animais que derrubaram acidentalmente, mas a grande lá de dentro não, então ela foi retirada por vândalos mesmo”, afirma.

Esta não é a primeira vez que o local é depredado e para evitar que situações como essa voltem a acontecer, a prefeitura vai investir na instalação de câmeras de segurança. Técnicos estiveram na gruta nesta quarta-feira (9) para avaliar a viabilidade e a expectativa é que o sistema de monitoramento passe a funcionar já nos próximos dias.

Revitalização feita pela prefeitura

Há pouco tempo os vidros da via-sacra foram recolocados, bem como os quadros das imagens de cada estação. Outra ação, foi a iluminação em todo o ambiente, realçando as formas existentes naquele lugar e iluminando a área para as pessoas sentirem-se seguras quando visitam a gruta, à noite.