Últimas Notícias
Divulgação

 

O homem que evitou a conclusão de um assalto ao ônibus da empresa Catarinense e salvou a vida de outros 44 passageiros possui 47 anos, é vigilante e mora em Blumenau, mas não teve a identidade revelada. Na madrugada desta quarta-feira (12), ele utilizou uma pistola calibre 38 para atirar contra os bandidos que invadiram o veículo na BR-116, em Campina Grande do Sul, na Região Metropolitana de Curitiba, no Paraná.

 

O ônibus de turismo saiu de São Paulo e tinha como destinos as cidades de Blumenau e Brusque, no Vale do Itajaí.

 

A abordagem dos criminosos ocorreu no quilômetro 35 da rodovia federal. Quatro bandidos teriam entrado com camisas na cabeça para não serem identificados. Um deles rendeu o motorista, enquanto o outro ficou no primeiro andar e dois subiram para o segundo piso.

 

Com o veículo em movimento, eles pediram para que todos os passageiros erguessem as mãos. O vigilante, então, utilizou a arma, da qual possui registro e porte em situação regular, para disparar contra dois suspeitos, que vieram a óbito no local.

 

O terceiro assaltante se jogou da janela e acabou morrendo atropelado. Já o quarto bandido conseguiu fugir em um carro branco, usado para abordar o ônibus.

 

Durante o tiroteio, uma mulher de 62 anos foi atingida no rosto de raspão e encaminhada ao Hospital Universitário Evangélico Mackenzie, em Curitiba, mas não corre risco de morte. O vigilante prestou depoimento na Delegacia de Campina Grande do Sul, mas foi liberado porque agiu em legítima defesa.

 

Fonte: Nova FM