Alto Vale
Foto: Divulgação/Imagem de tatuagem para auxiliar na identificação

Cláudia Pletsch/DAV

A Polícia Civil ainda busca identificar o corpo de um homem encontrado no rio Itajaí do Sul no município de Aurora na tarde da última quarta-feira (13). A identidade da vítima ainda é um mistério para os agentes já que na região não houveram buscas de familiares ou registros de desaparecimento do jovem. A suspeita é que ele tenha se jogado no rio para fugir de uma suposta perseguição de populares.

De acordo com a policial civil, Bruna Ferrari, que trabalha na investigação do caso, os agentes conseguiram imagens de uma câmera de segurança que mostra o momento em que o homem teria se jogado no rio, na noite de domingo (10) por volta das 20 horas. Ainda segundo a policial ele estaria fugindo de populares depois de ter sido acusado de furto. “Algumas pessoas suspeitaram e correram atrás dele pra ver se ele tinha algum objeto de furto, saiu até algum boato que populares teriam jogado ele da ponte, mas a gente conseguiu imagens com uma empresa que tem do lado da ponte e ele realmente se jogou sozinho”, revela.

A policial ressalta ainda que além da investigação agora os trabalhos são voltados para a identificação da vítima já que ninguém buscou pelo homem. A suspeita é de que ele não resida na região. “A gente conseguiu identificar as últimas pessoas que estiveram com ele da cidade, imaginamos que talvez ele não conhecia a ponte e pulou sozinho, o fato é que não é um homicídio. Até foi colhida a digital dele. Estamos em contato com delegacias para ver se tem algum boletim de alguém desaparecido mas até agora não apareceu nada, nenhum familiar e nenhuma ocorrência. Acreditamos que ele não seja da região pois todos com quem conversamos no município falam que nunca viram ele na cidade. A gente até conversou com bastante gente que planta cebola pois eles trazem pessoas de fora mas até agora nenhum identificou. Fomos em algumas casas onde os trabalhadores ficam e perguntamos se sentiram falta de algum e todo mundo fala que não, então está bem complicado”, relata.

Qualquer informação sobre a vítima pode ser repassada para a polícia através do número (47)9.9227-7061.