Alto Vale, Saúde
Foto: Divulgação

Cláudia Pletsch/DAV

O Hospital e Maternidade Dona Lisette, de Taió está realizar durante todo o mês de outubro procedimentos de oftalmologia para os 32 municípios que fazem parte do Consórcio Intermunicipal de Saúde da Associação do Municípios do Alto Vale do Itajaí (CIS-Amavi). Os serviços incluem consultas, exames e cirurgias de catarata e pterígio. O objetivo do convênio é transformar a unidade numa referência em oftalmologia na região.
Conforme informações da direção do Hospital em edições anteriores já foram realizadas 600 consultas e 200 cirurgias. Só nesse mês, serão 180 consultas e 56 cirurgias. O projeto oftalmológico autorizado pelo CIS-Amavi, que disponibiliza aos municípios consorciados consultas médicas e procedimentos decorrentes teve início em agosto, e os atendimentos no Hospital Dona Lisette acontecem sempre uma vez por mês. Nos meses selecionados a equipe especializada coordenada pelos médicos Danilo Boscoli e Ricardo Amantini Filho, permanece durante sete dias no município, oportunidade em que é realizada a consulta, os exames e a cirurgia de catarata e de pterígio.

O coordenador do Consórcio Intermunicipal de Saúde (CIS-Amavi), Evair Sievers explica que os atendimentos no município de Taió são fundamentais para aproximar a comunidade das especialidades. “O objetivo é a maior rapidez nos atendimentos específicos e isso ajuda muito a população para que possa ter uma resposta mais rápida pois já são atendidas por especialistas na área e assim a população que é do interior consegue ter um atendimento mais adequado e o atendimento fica mais próximo”, explica.
Evair ainda esclarece que as requisições para consultas devem ser solicitadas na Secretaria de Saúde dos municípios conveniados ao CIS-Amavi e posteriormente elas organizam um mutirão para encaminhar as pessoas agendadas ao hospital. “São organizados mutirões de pessoas inscritas e essas pessoas são levadas até o hospital. Aqui em Agrolândia, por exemplo, temos 30 pessoas agendadas para consulta e todas vão ser levadas até Taió. Isso ajuda muito para ter uma resposta mais rápida e eficiente depois da consulta”, relata.

O que são catarata e pterígio?

A catarata é uma lesão ocular que atinge e torna opaco o cristalino (lente situada atrás da íris cuja transparência permite que os raios de luz o atravessem e alcancem a retina para formar a imagem), o que compromete a visão. A evolução costuma ser lenta, e a doença pode afetar primeiro um dos olhos e só mais tarde o outro.
Já o pterígio é uma “carninha” de coloração avermelhada que cresce na superfície dos olhos. Ela começa na conjuntiva, membrana mucosa que recobre a superfície ocular, e se desenvolve sobre a córnea, estrutura transparente por onde os raios luminosos penetram para formar as imagens.