Alto Vale
Foto: Bryan Klug

Santa Catarina apresenta duas realidades diferentes quando o assunto é educação. De um lado, bons resultados no Ensino Fundamental. De outro, um cenário de reprovação e evasão escolar no Ensino Médio. Mas os resultados do Indíce de Desenvolvimento da Educação Básica, o Ideb, mostraram que o Alto Vale do Itajaí tem conseguido se destacar. Duas escolas públicas estão entre as 10 melhores do Estado: a escola Mont’Alverne em Ituporanga e a EEB Lindo Sardagna, em Dona Emma.

O Ideb é a ferramenta utilizada pelo Ministério da Educação para avaliar o ensino brasileiro e ele é calculado com base no fluxo escolar, taxa de aprovação, reprovação e abandono e o desempenho de estudantes em português e matemática. Os dados levam em conta todas as redes de ensino. Nos anos iniciais do Ensino Fundamental (5º ano), Santa Catarina apresentou a segunda melhor nota do país (só atrás de São Paulo) com 6,3. Nos anos finais (9º ano), o Estado reassumiu a liderança nacional, que tinha perdido em 2013, quando caiu para a quarta posição.

Quer receber as notícias no Whatsapp? Clique aqui

Nas três categorias de avaliação, Santa Catarina só alcançou uma das metas estabelecidas pelo MEC para 2017. Os primeiros anos do Ensino Fundamental foram bem avaliados, enquanto o Ensino médio e os últimos anos do Ensino Fundamental ficaram abaixo das expectativas.

Dona Emma está entre as escolas do Alto Vale que atingiu maior índice. Foto: Bryan Klug/DAV

O secretário de Estado de Educação, Eduardo Deschamps, lembra que Santa Catarina tinha tido problemas com os anos finais do Fundamental devido à implantação do 9º ano, o que acabou impactando no aprendizado de algumas turmas. Porém, ressalta que esse quadro foi revertido e is resultados do Ideb comprovam isso.

No Alto Vale, a escola Mont’ Alverne, de Ituporanga, alcançou uma boa pontuação, recebeu nota 6 e ficou entre as melhores nas séries finais. Para a diretora da instituição, Viviane Rosa Bennert o reconhecimento é resultado de todo o esforço da comunidade escolar.

“Nós temos desenvolvido várias ações no sentindo de melhorar a aprendizagem dos nossos alunos, é uma ação conjunta com todos os segmentos envolvidos e os professores tem se empenhado bastante nesse sentindo. É claro que é importante para gente a aprendizagem do aluno, mas os índices acabam refletindo parte desse trabalho então a gente vê que mais uma vez tivemos um resultado positivo nas avaliações externas e é muito legal”, comenta.

Quer receber as notícias no Whatsapp? Clique aqui

Entre as alternativas utilizadas na aprendizagem a diretora destaca algumas ações como projetos realizados e parcerias com os pais.

“Uma das ações que procuramos fazer para melhorar os índices é desenvolver projetos relacionados à leitura, porque a gente considera que essa questão é fundamental, pra interpretação e vários são os projetos que desenvolvemos nesse sentido com o objetivo de atingir uma melhora na aprendizagem. Temos o apoio dos pais nas decisões da escola temos uma Associação de Pais e Professores muito disposta, então não é só fruto de um trabalho específico de pessoas, mas um trabalho abrangente que envolve muitas pessoas” pontua.

Já a escola de Dona Emma, Lindo Sardagna, também alcançou uma boa pontuação, ficou com a média 6,6 nos anos iniciais e 4,9 nos anos finais.

“Estamos acima da média nacional e estadual. Acredito que o sucesso desse resultado, se dá devido ao comprometimento de uma equipe de professores, gestores, comunidade escolar e gestores empenhados, que comprometidos almejam o sucesso. As parcerias são fundamentais para fazer toda a diferença, educação versos família, versos escola”, destacou a diretora Sonia da Silva.

Resultados Ideb

Tatiana Hoeltgebaum

Veja também as últimas atualizações: