Alto Vale
Foto: Divulgação

Reportagem: Rafaela Correa/DAV

Que a cerveja é uma das bebidas alcoólicas mais consumidas pelos brasileiros não há dúvidas. Pensando nisso, em Ituporanga, dois irmãos decidiram investir na criação de uma cervejaria. Quase dois anos depois da inauguração, a produção já é de 12 mil litros por mês e a expectativa é que as vendas aumentem ainda mais. No Alto Vale já são 70 pontos de venda.

Após diversos estudos sobre a bebida e visitas às cervejarias, os irmãos e sócios, Darcísio Herdt e Alexandre Herdt decidiram procurar uma assessoria para dar suporte na criação da Herdt Bier. “Em 2018 tivemos a ideia de fazer a cervejaria, contratamos pessoas preparadas, qualificadas para assessorar no desenvolvimento do projeto. Visitamos os principais fabricantes de equipamentos, visitamos outras cervejarias e em janeiro de 2019, iniciamos a terraplanagem do terreno, construção de poço artesiano, rede elétrica, construção do galpão começou em março de 2019, em junho recebemos os equipamentos, fizemos testes e inauguramos em novembro”, comenta.

Antes de investirem no projeto, Alexandre que hoje é o cervejeiro da Herdt Bier era comerciante e Darcísio executivo de banco . Eles uniram todo o conhecimento que tinham e com muita força de vontade transformaram o produto em uma marca conhecida na região. Hoje já são 12 mil litros produzidos e comercializados todos os meses e a capacidade de produção também foi ampliada. “A capacidade instalada hoje é para 30 mil litros por mês, estamos nos preparando para um crescimento nas vendas porque as pessoas estão gostando e elogiam bastante”.

Darcísio conta que desde o início a maior produção era de chopp nos estilos pilsen, coquetel composto, que é o chopp de vinho e a cerveja de trigo. “Inicialmente embalado somente em barris para venda aqui na fábrica e delivery, disk chopp e primeiros parceiros. A partir do momento que começamos a embalar em garrafas, em março de 2020 começamos a comercializar nos supermercados de toda a região.  Hoje temos 70 clientes cadastrados revendendo os nossos produtos”.

Até o momento não são todas as cidades que revendem a marca, mas isso também deve mudar em breve, já que a expectativa é conseguir mais distribuidores para fazer a entrega da bebida. “Temos estrutura própria para comercialização e distribuição e clientes em Ituporanga, Petrolândia, Chapadão do Lageado, Rio do Sul, Imbuia, Vidal Ramos, Leoberto Leal e Aurora. Em breve vamos expandir para as demais cidades da região, é um trabalho gradativo porque não terceirizamos, não temos distribuidores. Na região nós mesmos fazemos a comercialização e entrega para os clientes porque temos a preocupação com a qualidade do produto e o chopp tem durabilidade curta, por isso precisa manter refrigerado”, acrescenta.

O proprietário ainda explica que todos os tipos de cerveja e chopp produzidos são bem vendidos, mas que a mais vendida é a Pilsen. “A cerveja pilsen, a exemplo de todas as cervejarias é a mais comercializada, de 80 a 90%, a mais vendida e consumida no mundo. As cervejas especiais envolvem de 10 a 20% do negócio”, esclarece.

Questionado sobre planos para a empresa, Darcísio afirma que a meta para este ano é lançar a bebida em garrafas de vidro, long neck e 600 ml. “Seria o que chamamos de cerveja pasteurizada, que possui maior durabilidade. Temos planos de aumentar o canal de distribuição, tendo distribuidores para ajudar e ampliar as vendas para todo o estado”, finaliza.