Política
Foto: Divulgação

Reportagem: Rafaela Correa/DAV

Após disputar as eleições municipais de Rio do Sul, em 2020, Jaime Pasqualini, do Podemos, anunciou nesta semana a pré-candidatura a deputado estadual pelo partido. Esta não é primeira vez que o político tenta uma vaga na Alesc. Em 2006, ele chegou a assumir uma das cadeiras por dois meses.

Pasqualini está no partido desde o ano de 2019, mas a decisão de colocar o nome à disposição se deu após perceber uma grande oportunidade de renovação política no legislativo catarinense, o que não estaria acontecendo há algum tempo, segundo ele.
Ele ainda destaca que o principal objetivo, caso a sua candidatura seja homologada e consiga ganhar a eleição, é trabalhar pelo desenvolvimento da região do Alto Vale.

“Há muito tempo tenho tentado uma cadeira, seja na Assembleia ou no Congresso. O resultado que tivemos em 2020 como candidato a Prefeito nos permitiu almejar ser deputado estadual para lutar pelo nosso querido Alto Vale, trazendo obras e recursos em benefício de toda a região, assim como já fizemos com a Unidavi, levando-a para os quatro cantos do Alto Vale e assim permitindo que nossos jovens acessem o ensino superior aqui mesmo, sem precisar sair da região e ir para longe dos pais em busca do ensino”, afirma.

Essa não é a primeira vez que Jaime Pasqualini disputa uma eleição para a Assembleia Legislativa. A trajetória política do pré-candidato é extensa e começou em 1994, já como candidato a deputado estadual, quatro anos disputou uma cadeira no Congresso e em 2000 a prefeito de Rio do Sul.

“Iniciei minha vida política em 1994 como candidato a deputado estadual, alcançando expressiva votação. Em 1998 fui candidato a deputado federal e em 2000 a prefeito de Rio do Sul. Em 2002 fui candidato a deputado federal novamente e fiquei suplente. Em 2006 fui candidato a deputado estadual e assumi a Alesc por dois meses e, finalmente, em 2020 fui candidato a prefeito de Rio do Sul”, conta.

Segundo Jaime, uma de suas maiores eleições foi em 2002, para deputado federal, quando registrou mais de 40 mil votos nas urnas. Além disso, em 2020, Jaime conseguiu quase 10 mil votos quando se candidatou a prefeito.