Esporte

O Joinville retornou de Tocantins com a classificação garantida na Copa do Brasil. Esta é a melhor campanha que o clube já fez na competição nacional, pela primeira vez chegou a quarta fase. Em edições anteriores o Jec nunca havia conseguido avançar para a terceira fase.

A classificação foi com todo o sofrimento que o torcedor poderia ter direito, depois de vencer o Gurupi em casa, o Tricolor poderia perder por até um gol de diferença fora de casa. No primeiro tempo de jogo, foi a equipe catarinense quem tomou mais as ações em campo. O Joinville chegou a ter um pênalti assinalado pela arbitragem, que voltou da decisão.

Na segunda etapa o jogo ficou mais acirrado, Ederson aos 12 minutos fez o gol do Gurupi e deixou o jogo mais incendiado. Pressionado e precisando evitar o segundo gol, o Jec recuou, a estratégia deu certo, mesmo com alguns sustos, como o cabeceio de Luiz Gustavo já nos acréscimos, que obrigou o goleiro Matheus a fazer grande defesa. No placar agregado o Joinville venceu por 3 a 2.

O Joinville é o único catarinense na competição neste momento, outras quatro equipes do estado já foram eliminadas (Avaí, Brusque, Criciúma e Figueirense). A Chapecoense também participa da competição, mas como está na Copa Libertadores da América, só entrará na fase de oitavas de final e, portanto, ainda não estreou.

Agora o Joinville aguarda o sorteio da Confederação Brasileira de Futebol (CBF) que será realizado hoje, para conhecer o adversário da próxima fase mata-mata. Internacional, São Paulo, Fluminense, Cruzeiro e Sport também avançaram e estão na lista de possíveis adversários.

De acordo com o calendário da competição, os jogos da quarta fase da Copa do Brasil, serão realizados nos dias 5 e 19 de abril.
A classificação garantiu ao clube um reforço no caixa no valor de R$ 750 mil, referente a cota por avançar à quarta fase. Entre premiações e a verba por participação o Joinville já acumula R$ 2,1 milhões. Caso avance para as oitavas de final, o Jec receberá mais R$ 880 mil.

Albanir Júnior