Cidade
Foto: Divulgação

Reportagem: Rafaela Correa/DAV

O Lar da Menina, em Rio do Sul, acolhe crianças e adolescentes. Recentemente foi criado um projeto junto aos acolhidos para transformar o lar em um lugar mais bonito através de um jardim, que já está pronto.

O administrador do Lar, Patrick Munzfeld, comenta que a ideia surgiu porque as pessoas que visitavam o local percebiam o quanto ele era sem vida. “As pessoas que chegavam em nosso Lar, dentre eles visitantes, parceiros e acolhidos percebiam que ele não tinha vida, faltava natureza, flores, grama, jardim e etc”, explica.

Mas apesar de faltar um jardim no espaço, a unidade depende de doações e não tinha dinheiro suficiente para investir. Então, os profissionais procuraram empresas para ajudar. “Por se tratar de uma entidade filantrópica, nossos profissionais, foram em busca de empresas que pudessem realizar este projeto e de imediato houve a adesão pela Floricultura Recanto das Flores, e, eles ainda foram além e trouxeram mais parceiros”, destaca.

Para executar o projeto muitas pessoas foram envolvidas e pelo menos 30 dias foram necessários para deixar tudo pronto. “Entre acolhidos, funcionários e parceiros foram cerca de 30 pessoas. Demorou cerca de 30 dias de trabalho para deixar pronto o jardim. É bacana pela questão estética e tem a fundamentação pedagógica, tem espaço sensorial para as crianças brincarem e aprenderem”, conta.

Ele ainda ressalta a importância de envolver os acolhidos no projeto. “O nome do projeto é Revitalizar e Educar, Revitalizar para ficar bonito e Educar é para que eles aprendam a cuidar, respeitar a natureza, ajudar a preservar e manter o lugar harmonioso”, completa.

O que é o Lar da Menina

O Lar da Menina de Rio do Sul é uma instituição que realiza o acolhimento de crianças e adolescentes, prestando serviço de Proteção Social Especial de Alta Complexidade do Sistema Único de Assistência Social.

Para que a instituição continue a realizar os trabalhos para os acolhidos com qualidade, as doações são fundamentais. Procure a unidade e saiba como ajudar.