Cidade
Foto: Divulgação

Reportagem: Manuella Mariani

O ciclone bomba que passou pelo Sul do Brasil na terça-feira (30) atingiu milhares de imóveis entre eles, o que abriga o Lar da Menina em Rio do Sul. Devido às fortes rajadas de vento, o telhado desabou em alguns pontos como o quarto das crianças, lavação, sala de atividades e banheiros externos e o telhado onde fica o brechó da entidade caiu completamente. Além disso, os móveis, colchões e pertences ficaram danificados com a chuva. Agora a entidade pede ajuda da comunidade para consertar o que foi danificado.

A supervisora financeira do Lar, Carolina Suely da Silva, conta que até agora foram gastos cerca de R$ 15 mil em telhas, madeiras, ferramentas e mão de obra. Carolina ressalta que os pedreiros fizeram um valor inferior para colaborar com a entidade. Todos os materiais foram adquiridos em lojas de Rio do Sul, um pouco pagos com dinheiro da venda de roupas do brechó e o restante serão pagos em parcelas.

A supervisora lembra que quando chegou no local ficou apavorada com a situação. “Foi desesperador chegar lá e encontrar tudo no chão, árvores caídas, sem água e luz. As crianças estavam desesperadas e nós não sabíamos o que fazer e onde lavá-las” disse.

Os funcionários contaram com ajuda da prefeitura municipal, da Secretaria de Educação e da Assistência Social. A prefeitura cedeu o espaço do Centro de Educação Infantil Pinguinho de Gente, que fica próximo ao Lar da Menina, para acomodar as crianças. A parte inferior da creche acolheu as crianças menores, já a parte superior do local também foi atingida pelo ciclone. As crianças maiores e os adolescentes foram abrigados por funcionários do lar. “Foi muito bom essa ajuda, nos auxiliaram e logo conseguimos pôr as coisas no lugar e as crianças foram voltando”, completa.

Agora a entidade pede ajuda à comunidade para que possa pagar o prejuízo. Carolina ressalta que eles estão pedindo, principalmente, auxílio financeiro como doação em dinheiro ou um vale diretamente na loja Tonet Materiais de Construção, onde podem descontar o valor.

Outro fator que agrava a situação financeira da entidade é que o vendaval e a chuva estragaram também a cobertura do local onde era feito o brechó e, com isso, algumas roupas ficaram molhadas. No momento a equipe não tem previsão de retorno das vendas.

Segundo a direção, durante o período da pandemia, o Lar recebeu doações de roupas, alimentos não perecíveis e produtos de limpeza. No momento, o mais necessário é mesmo ajuda financeira para reerguer tudo que o ciclone danificou.

Como ajudar:

Conta para depósito:

Banco do Brasil

Nome: Clube das Mães – Lar da Menina

Agência: 0276-3

Conta: 269871-4

CPNJ: 85.787.463/0001-06

 

Telefone para contato: (47) 3525-0459

 

Podem deixar um valor de ajuda na loja:

Tonet Materiais de Construção na rua XV de Novembro, 1070 – Laranjeiras, Rio do Sul – SC