Alto Vale
Foto: Sim Dentista/ Reprodução

Reportagem: Rafaela Correa/DAV

O município de Lontras, no Alto Vale, através da Secretaria de Saúde aderiu ao programa Brasil Sorridente do Governo Federal. Com a adesão, moradores poderão receber em breve próteses dentárias de forma gratuita. Interessados devem procurar a Unidade de Saúde do Centro para colocar o nome na lista de espera.

O investimento para dar efetividade ao programa será de até R$ 90 mil ao ano, sendo parte dos recursos do Município e o restante do Ministério da Saúde. O objetivo seria aumentar a autoestima das pessoas, melhorar a saúde bucal e promover qualidade de vida.

“Com certeza irá melhorar a autoestima da população, além de auxiliar no aspecto financeiro, já que nem todos têm condições de ter uma prótese. Muitas vezes esse é um sonho antigo que agora, com a adesão ao programa, poderá ser realizado”, destaca a secretária de Saúde Daniela Arndt.”
Segundo Daniela, a expectativa é atender os munícipes com mais de 20 próteses por mês e que serão feitas com material de boa qualidade para garantir a durabilidade. Interessados em renovar o sorriso devem procurar a Unidade de Saúde do Centro da cidade para colocar o nome na lista de espera.

Para iniciar o processo, o paciente passará por uma avaliação, uma triagem bucal que será feita pelos dentistas da Estratégia de Saúde da Família (ESF) conforme agendamento prévio. Depois, se comprovada a necessidade, um profissional capacitado fará toda a parte de moldagem. As próteses serão confeccionadas pela empresa vencedora do processo licitatório.

Segundo a gerente de Saúde, Mara Rúbia, a licitação para contratação da empresa para confecção das próteses já está sendo providenciada e o edital deve ser lançado em breve. Ela explica que já há cerca de 90 nomes na fila de espera e que inicialmente 30 pessoas passarão por uma triagem e caso haja algum tipo de tratamento para ser feito antes da colocação da prótese, o dentista da ESF fará.

“Aquelas que precisarem de algum tratamento para ser feito antes da colocação das próteses, os dentistas das ESF’S farão, a exemplo de limpeza ou extração. Já são 90 pessoas na base e primeiramente 30 passarão pela triagem”, comenta.

Ela ainda fala da importância do programa para o município. “O programa veio em prol dessas pessoas de baixa renda. Uma conquista que visa melhorar a qualidade de vida para as pessoas. Muitas se intimidam, não sorriem por vergonha e queremos que essas pessoas se sintam bem na comunidade, que consigam ter autoestima sempre. Ficamos felizes com essa conquista. Já estamos viabilizando o processo para atender essas pessoas o mais rápido possível”, finaliza.