Alto Vale
Foto: Divulgação

Cláudia Pletsch/DAV

Iniciou nessa segunda-feira (12) a campanha de vacinação contra a gripe em todo o estado. No Alto Vale, mais de 28 mil pessoas, entre crianças, gestantes, puérperas e indígenas devem ser vacinadas na primeira fase.

De acordo com a Diretoria de Vigilância Epidemiológica (Dive), nos 295 municípios do estado, as doses estarão disponíveis nos postos de vacinação. A campanha será realizada em três etapas. Nesta primeira, até o dia 10 de maio, serão imunizadas crianças de seis meses a menores de seis anos de idade (5 anos, 11 meses e 29 dias), gestantes, puérperas, povos indígenas e trabalhadores da saúde.

Segundo a responsável pela imunização da Vigilância Epidemiológica de Rio do Sul, Josiane Verdi Schaade, no Alto Vale mais de 28 mil pessoas devem ser vacinadas, entre elas 22.684 crianças, 3 mil gestantes, 503 puérperas e 2.521 indígenas. “Os profissionais da Saúde entram também na primeira fase, porém como nós recebemos um quantitativo bem baixo de vacinas estamos orientando que eles esperam a próxima remessa que chegar”, explica.

Na segunda etapa que acontece entre 11 de maio e 8 de junho serão imunizados os idosos com 60 anos ou mais e professores das escolas públicas e privadas. Já na terceira e última etapa que vai de 9 de junho a 9 de julho serão vacinadas as pessoas portadoras de doenças crônicas não transmissíveis e outras condições clínicas especiais, pessoas com deficiência permanente, forças de segurança e salvamento, forças armadas, caminhoneiros, trabalhadores de transporte coletivo rodoviário de passageiros urbano e de longo curso, trabalhadores portuários, funcionários do sistema prisional, adolescentes e jovens de 12 a 21 anos de idade sob medidas socioeducativas e população privada de liberdade.

Questionada sobre a vacinação contra a Covid-19, Josiane explica que as pessoas dos grupos prioritários que foram vacinadas devem respeitar um intervalo mínimo de 14 dias para tomar a dose contra a gripe. “A vacina da influenza não tem contraindicação com relação a nenhuma outra vacina, porém a vacina da Covid ela tem uma recomendação de ter um intervalo mínimo de 14 dias entre qualquer outra vacina. Por isso que os idosos não foram colocados nesse primeiro grupo para vacinar pela influenza, pois eles já estão sendo vacinados pela Covid. Agora, as crianças estão sendo vacinadas primeiro justamente para não ter esse impasse entre as duas”, explica.