Política

Reportagem: Helena Marquardt/DAV

O MDB de José Boiteux já anunciou que tem um pré-candidato a prefeito. O nome escolhido é o do comerciante Geovani Lunelli, que é vereador há três mandatos no município. A ideia seria fazer uma parceria com o PSDB para a chapa majoritária, além de contar com o apoio do Cidadania e de outros partidos com os quais os emedebistas estão conversando sobre uma possível aliança.

Conhecido como Neno, ele diz que a intenção de disputar as eleições a prefeito surgiu há cerca de quatro anos, mas na época entendeu que mais um mandado como vereador traria ainda mais experiência para que em 2020 ele tivesse mais condições de disputar. “Venho trabalhando há quatro anos para isso e agora os filiados acharam que o meu nome seria o ideal para a pré-candidatura”, conta.

Questionado sobre a possível aliança com o PSDB, que apresentou o nome do empresário Jonas Anderson Deringer para compor a chapa como vice-prefeito, Neno afirma que o diálogo está sendo feito há algum tempo e ambas as siglas chegaram a um entendimento de que poderiam trabalhar juntar para o melhor de José Boiteux. “O PSDB sempre foi um grande adversário do MDB em José Boiteux, mas estamos conversando há três anos e chegamos a um acordo que agora finalmente se concretizou. Também estamos conversando ainda com outros partidos”, disse.

O pré-candidato a prefeito acredita que o próximo chefe do Executivo terá o grande desafio de implantar políticas públicas para que a cidade possa se desenvolver e isso só seria possível através de diversos setores, entre eles o da infraestrutura.
Ele ressalta que o MDB está fora do poder público de José Boiteux há 16 anos, mas que a sigla tem uma grande força. “Sei que tendo o apoio de representantes na Assembleia e na Câmara, como os deputados Jerry e Peninha, poderíamos fazer muito pela cidade, conseguiríamos mais verbas e tenho certeza que o município poderia crescer mais”, completou.

Uma das propostas caso seja eleito é asfaltar todo o perímetro urbano e fazer uma revitalização para garantir mais mobilidade. “Tem locais do perímetro urbano que ainda temos estrada de barro então temos que trabalhar para conseguir recursos para essas obras importantes. Outra questão importante é brigar junto com o Governo Federal para tentar fazer com que o asfalto chegue até a Barragem Norte”, disse.

Ele finaliza dizendo que sua história de vida sempre foi marcada por trabalho. Foi padeiro por 17 anos e há oito conseguiu comprar uma panificadora. Há pouco mais de um ano o vereador também conseguiu adquirir um pequeno mercado. Neno acredita que assim como lutou para conquistar seus sonhos na vida pessoal vai se dedicar pelo município.