Alto Vale, polícia, Trânsito
Foto: Divulgação

Reportagem: Helena Marquardt/DAV

 

Apesar da pandemia e recomendação de isolamento social, o número de motoristas abordados dirigindo sob o efeito de álcool na BR-470 no Alto Vale ainda é considerado alto. Um balanço da Polícia Rodoviária Federal (PRF) a pedido do DAV aponta que de 1° de janeiro a 15 de julho do ano passado foram 119 notificações enquanto no mesmo período deste ano  já foram 84 casos de embriaguez ao volante.

O policial rodoviário federal, Manoel Fernandes Bitencourt, explica que desse total 48 ocorrências foram em janeiro e fevereiro, ou seja, quase metade dos casos ocorreu durante a pandemia. “Um índice alarmante considerando que os bares ficaram fechados por alguns dias e a fiscalização diminuiu”, opina o policial.

Nem por isso quem ingerir bebidas alcoólicas pode trafegar tranquilamente pela BR-470 sem medo de ser abordado. Ele explica que devido ao coronavírus a orientação nacional é que nesse momento não sejam feitas operações especiais contra a embriaguez para não colocar em risco a saúde dos policiais, mas a fiscalização continua acontecendo em toda a região.  “A gente continua atendendo acidentes com pessoas embriagadas e ainda recebendo denúncias de pessoas transitando em zigue-zague. Infelizmente mesmo durante a pandemia as pessoas continuam sim dirigindo sob efeito de álcool”, disse.

Do início do ano até o mês de março estavam acontecendo às operações, mas após a quarentena houve a orientação de suspensão das fiscalizações onde vários motoristas eram parados num mesmo dia. “Quando a pessoa sopra no bafômetro tem todo um risco de contaminação do policial e até mesmo do motorista que tem que tirar a máscara então a recomendação é fiscalizar sim, mas nesse momento direcionar mais para as situações onde há suspeita ou houve uma denúncia. Aí a gente vai lá, para e faz  o bafômetro”.

Dados da região de Blumenau também preocupam

Na região de Blumenau, os índices de embriaguez ao volante também preocupam. Em 2019, de 1° de janeiro a 15 de julho, foram 265 motoristas notificados por dirigir sob o efeito de álcool. No mesmo período deste ano foram 88.