Alto Vale
Foto: Divulgação

Reportagem: Rafaela Correa/DAV

Após ter feito carreira internacional e participado de vários programas de televisão na Itália, a modelo catarinense Dayane Mello, que viveu boa parte da infância e adolescência em Lontras, no Alto Vale, está confinada no reality A Fazenda. A estreia do programa da Record aconteceu no início da semana e ela foi uma das primeiras peoas anunciadas.

Juliano Mello, irmão e empresário de Dayane explica que os dois moraram com o pai na cidade de Lontras até os 15 anos de idade e que depois saíram em busca da realização dos seus sonhos. “Ela sempre quis ser modelo e foi atrás. Aos 15 anos participou do primeiro concurso de beleza apresentado pela Ana Hickmann e o Rodrigo Faro. Desse programa ela ficou entre as 10 melhores e depois disso foi contratada por uma agência em São Paulo para seguir carreira. Ela foi para o Chile com 17 anos e eu fui morar com ela para trabalhar”, explica. Em entrevista exclusiva ao Jornal Diário do Alto Vale, Juliano disse que ela é muito conhecida na Europa, mas que o sonho dela é fazer carreira no Brasil, país onde nasceu.

“A partir do momento que teve repercussão na Europa, no Chile, apareceram propostas de trabalho aqui no Brasil. Bastantes empresas de televisão entraram em contato com a gente, porém a produção de A Fazenda entrou em contato para ver se teríamos interesse em participar do programa e aí conversamos para analisar os prós e os contras e o que seria melhor para a carreira dela e decidimos aceitar porque ela tem muita vontade de fazer carreira brasileira, ela é daqui e queria muito ser conhecida aqui e estar mais perto da família também”, conta.

O empresário conta que ele e a irmã moram na Itália há quase 10 anos e que ela já participou de vários reality shows na Itália, na França e gravou em outros países também, o mais recente teria sido o Big Brother italiano.

Em busca do prêmio milionário de R$1,5 milhão disputado por 20 participantes, Dayane foi confinada no dia 3 de setembro e para ganhar a edição precisará se manter na casa até dezembro. Questionado sobre a preparação para o programa, ele afirma que há toda uma equipe envolvida e que a modelo teve apoio psicológico. “Nós nos preparamos bastante para isso, preparamos o psicológico dela e estamos entrando para o jogo, temos uma equipe por trás de tudo e queremos fazer a coisa bem certa. Mais de 15 pessoas trabalhando por trás das redes sociais e a nossa ideia é chegar pelo menos na final”, pontuou.

Segundo Juliano, a modelo foi uma das primeiras anunciadas e está entre os 10 nomes mais fortes da casa. “Ela está entre os três favoritos com mais torcida, estamos contentes. É lógico que isso vai depender da atuação dela dentro da casa, de como ela vai se manter nos trilhos, mas temos uma boa estratégia”, finaliza.