Alto Vale
Foto: Alan Garcia

Reportagem: Helena Marquardt

Em visita ao Alto Vale nesta segunda-feira (3), o governador Carlos Moisés da Silva fez uma visita ao Hospital Regional e também oficializou a liberação de recursos para o Alto Vale. O anúncio foi feito em evento fechado no Centro de Inovação de Rio do Sul e os investimentos de cerca de R$ 86,3 milhões contemplam diversas áreas e quase todos os municípios da região.

No pronunciamento acompanhado apenas por prefeitos, imprensa e poucas autoridades, ele disse que enfrentou muitas dificuldades financeiras em seu mandato, mas que mesmo assim tem procurado investir em todas as regiões e que agora o Alto Vale seria contemplado. “Só no Programa Celesc Rural estamos investindo 34,7 milhões na região do Alto Vale do Itajaí, para atender mais de 17 mil clientes”, disse.

Obras de saneamento também estavam entre os investimentos anunciados por Moisés. Para a Casan de Rio do Sul, ele anunciou cerca de R$ 9,5 milhões para conclusão de obras e instalação de novas redes de abastecimento, entre elas a da estrada Blumenau. A Estrada Blumenau em Rio do Sul também foi contemplada com recursos do BRDE para pavimentação e reconstrução do asfalto em alguns trechos, além de microdrenagem, sinalização, construção de ciclofaixa e passeios com acessibilidade.

Outra notícia muito aguardada era o anúncio dos recursos para a construção na nova ponte sobre o rio Itajaí-Açu que fará a ligação entre a Estrada Navegantes e Rua Blumenau. De acordo com o prefeito José Thomé todos esses recursos são essenciais para o desenvolvimento de Rio do Sul. “Recebemos hoje três kits de transposição para bairros importantes, a assinatura do convênio para a Estrada Blumenau e para a obra da ponte do acesso Leste que terá a licitação no dia 12 de agoste e será de mais de R$ 12 milhões de reais, além dos convênios com a Casan. São obras importantes para continuar fazendo com que Rio do Sul cresça”, ressaltou.

Já presidente Getúlio receberá R$ 751 mil referente à última parcela do convênio de R$ 5,6 milhões para pavimentação asfáltica entre Presidente Getúlio a Rio do Sul e mais R$ 3,3 milhões como contrapartida pelo investimento feito pela prefeitura na rodovia. A obra tem pouco mais de quatro quilômetros de extensão e fazia parte de um acordo entre o Município e Governo do Estado. “O convênio havia sido assinado entre o município e o Estado e se o governo não pagasse a prefeitura teria que pagar então acordamos com o governador que ele iria pagar todos os atrasados e está cumprindo a sua palavra. Eu iria concluir a Serra do Tucano com recursos próprios e o Governo se comprometeu a revitalizar o Centro da cidade. Uma reivindicação de muitos anos e que agora está sendo atendida”, disse.

Outros convênios

O ato marcou também a entrega de 27 kits preventivos de transposição fabricados em perfis metálicos de aço provenientes das estruturas auxiliares utilizadas no trabalho de restauração da Ponte Hercílio Luz e convênio de valores do Badesc para obras estruturantes e ainda a oficialização do repasse de emendas impositivas e recursos da Fesporte.