Cidade
Foto: Helena Marquardt/DAV

Reportagem: Helena Marquardt/DAV

Um morador do bairro Taboão em Rio do Sul resolveu construir e colocar na frente de casa um “espanta político”. O boneco é uma espécie de protesto divertido contra candidatos que segundo ele aparecem no local somente em época de eleição para pedir o voto e depois nunca mais são vistos.

O chapeador Jean Nogueira, explica que na sua opinião, hoje em dia a política é baseada em interesses pessoais e cita como exemplo a rua em que vive, a  Aldo Luis Critofolini. “Foi uma brincadeira, mas tem um fundo de verdade. A nossa rua sempre está em péssimas condições, aparecem com a máquina uma vez ao ano só, mas nas eleições vieram arrumar”, diz.

Ele conta que desde que o boneco construído com uma estrutura de ferro, plástico, espuma e um guidão de bicicleta foi instalado, há cerca de um mês, apenas um político teve coragem de ir até sua casa pedir o voto, mas em compensação a criatividade atraiu a atenção de outras pessoas que vão até o local para tirar fotos e até pedir que Jean faça outros bonecos como esse  para venda. “As pessoas também querem que eu faça para vender, aí até falei que faço, mas tem que trazer o material. A ideia acabou se espalhando pela internet”, completa.

Jean diz que até acredita que existam políticos honestos e que lutem pela população, mas infelizmente esses são a minoria. “Sei que ainda virão políticos pedir voto aqui, mas vendo a placa eles já vão pensar bem o que vão falar e o que vão prometer. Mas acho importante ouvir porque ainda tem pessoas honestas que dá para confiar. São poucos, mas existem”, avalia.

Um cliente de Jean, o engenheiro elétrico Luis Carlos Zipf, diz que gostou da ideia e concorda com o protesto divertido. “Muitos vem só na hora da política mesmo então achei uma boa ideia mesmo. Ele está de parabéns por colocar a cara dele a tapa, mostrar a insatisfação da gente com os políticos. Não são todos, mas são muitos que pedem o voto e desaparecem”, opina.