Alto Vale
Foto: Divulgação

Reportagem: Cláudia Pletsch/DAV

Uma batalha difícil e muito parecida é enfrentada por duas moradoras de Taió. Jéssica Zanghelini e Sirlene Jacinto Luchtenberg lutam contra o câncer, a doença que coloca Santa Catarina no topo do ranking de novos casos em 2020. Ela atinge 372 homens e 247 mulheres a cada 100 mil habitantes e impacta também na vida dos familiares que agora buscam a ajuda da comunidade para arrecadar dinheiro e arcar com os custos que envolvem o tratamento.
Jéssica tem apenas 22 anos e foi diagnosticada com Leucemia há cerca de um mês. Ela deve passar cerca de três meses em tratamento na capital e por isso a irmã Janaina Zanghelini da Silva, explica que toda a ajuda é bem-vinda para arcar com os custos dos medicamentos, locomoção, alimentação e aluguel. “A médica mesmo falou que seria melhor para ela se ela achasse um lugar próximo ao hospital pois no hospital corre o risco de infecção, daí a gente achou um local perto para ela poder ficar junto com o namorado e minha mãe que acompanham. Ela precisa de ajuda para se locomover e de uma alimentação especial então minha mãe ajuda muito nisso. Como aquele local é alugado é preciso pagar o aluguel de lá e da casa delas aqui em Taió”, conta.
Já Sirlene tem 48 anos e foi diagnosticada com câncer metastático no ovário, de origem secundária, há pouco mais de um ano. A cunhada de Sirlene, Tania Kestring Jacinto, explica que há dois meses a metástase surgiu nos ossos da coluna e desde então a doença se agravou rapidamente, trazendo outras complicações.
Tania ainda conta que até então a família conseguiu arcar com os custos do tratamento, mas agora precisa de ajuda para conseguir para dar conta das despesas de medicamentos, exames e fisioterapia.

Para ajudar a Jéssica:

Telefone: (47) 99235-0631 ou (47) 99260-8458

Para ajudar a Sirlene:

KAROLINE RADOLL STEINHEUSER

CPF/CNPJ: 09518735980

Banco Ailos: 085

Agência: 0115-5

Conta: 584860

Tipo: Conta Corrente

Telefone: (47) 99241-6304