Cidade
Foto: Arquivo pessoal

Os moradores do bairro Taboão se reuniram no último domingo (1º) para realizar melhorias na área de lazer e de esportes do bairro. Cerca de 30 moradores, entre crianças e adultos, fizeram roçadas e plantio de mudas de flores e de árvores frutíferas.

O presidente da Associação de Moradores do bairro Taboão, Marco Aurélio Demarch, explica que a Academia de Lazer foi construída pela Prefeitura no ano passado, e que um terreno ao lado foi repassado pelo município para a Associação de Moradores. “No ano passado conseguimos fazer a terraplanagem do terreno e também o plantio da grama. Dessa forma estamos criando um espaço de convivência para os moradores”, explica.

Além disso, a Associação de Moradores pretende realizar uma parceria com o Centro Educacional Willy Schleumer, disponibilizando o muro do espaço de lazer para a prática artística dos alunos. “Estamos em conversa com a professora de artes, e possivelmente a pintura do muro será feita pelos alunos. É uma forma de fazer com que essas crianças valorizem o espaço e também uma oportunidade delas realizarem uma atividade diferente”, comemora.

A área é bastante utilizada, principalmente pelas crianças. O próximo desafio dos moradores é viabilizar o projeto elétrico e a execução da implantação da rede de iluminação pública. “Vemos muitas crianças brincando naquele espaço, com a chegada do verão, poderemos estimular a integração entre as famílias até mesmo naquela conversa do fim do dia, e com iluminação tudo ficará melhor”, explica.

Outro diferencial apontado por Demarch nessas atividades é a confraternização entre os vizinhos. “Cada um traz uma cuca, um bolo, um salgado, um refrigerante. Dessa forma conseguimos aproximar as pessoas e ter uma sociedade melhor”, explica.

Selo Social

O presidente conta que dois projetos foram cadastrados no Programa Selo Social, idealizado pelo Instituto Abaçaí Brasil e trazido a Rio do Sul pelo Colégio Dom Bosco e Prefeitura Municipal. O Selo Social certifica empresas, entidades sociais e órgãos públicos que atuem em rede para melhoria dos indicadores de desenvolvimento social.

Um deles é voltado à segurança no bairro, onde já foi implantada a Rede de Vizinhos, um grupo de um aplicativo de mensagens voltado a repassar informações referentes à segurança no bairro. “Também solicitamos aos órgãos responsáveis a implantação de câmeras de monitoramento para que possamos ampliar a segurança dos moradores”, explica.

Outro pretende incentivar as práticas de melhorias e embelezamento do bairro, como a pintura de postes, meios-fios, e outros espaços públicos de uso comum.

O programa, articulado nacionalmente pelo Instituto Abaçaí Brasil, atua na qualificação e mensuração dos resultados de ações, por meio do monitoramento e reconhecimento dos impactos sociais. É uma certificação concedida à empresas, entidades sociais e órgãos públicos que demonstram compromisso social. O programa já foi implantado, com sucesso, em cidades dos estados de São Paulo e Santa Catarina, e este ano amplia a atuação para Brasília e Rio Grande do Sul. Sua obtenção tem impactado positivamente sobre a credibilidade das organizações, transformando-se em um importante diferencial.

Rafael Beling