Cidade
Foto: Helena Marquardt/Arquivo

Reportagem: Helena Marquardt/ DAV

Faleceu nesta quarta-feira (22) no Hospital Regional o morador de Rio do Sul que se feriu durante o ciclone no dia 30 de junho. Ele era proprietário de uma empresa no bairro Taboão, um dos mais afetados.
Vili José Marchi, de 47 anos, era proprietário da empresa JE Elevadores e segundo o sobrinho dele, Rafael Marchi, teve traumatismo craniano após a estrutura desabar sobre ele durante o ciclone. Ele estava internado em coma na UTI. Em virtude da pandemia, até o momento ainda não há informações sobre velório.

Nesta manhã a Associação de Moradores do Bairro Taboão, onde Vili morava, divulgou uma nota lamentando o falecimento. “O Vili sempre foi um membro ativo da nossa comunidade, principalmente junto a APP do Colégio Willy Schleumer, mas sempre ajudando também em muitas outras organizações voluntárias como a nossa Capela e colaborando com a Associação de Moradores. Nossos sentimentos à família”, escreveu.

Prejuízo parcial de R$ 4.961.182,00

O formulário SOS ciclone, disponibilizado no site da Defesa Civil de Rio do Sul apontou que os prejuízos individuais na cidade somam quase R$ 3, 8 milhões. Os dados foram preenchidos pelos próprios moradores e o cadastro ficou aberto até o dia 12 de julho.
O maior volume de prejuízos relatados através do questionário aberto pela prefeitura de Rio do Sul foi com relação a prejuízos em residências. 362 questionários apontavam algum tipo de avaria. Entre as empresas, foram 47 registros, sendo 18 do comércio, 16 da indústria, nove de serviços e o restante de áreas variadas.

O bairro com maior número de casos foi o Taboão, com 70, seguido do Centro, com 30, e o Jardim América com 22. Empresas relataram problemas em suas estruturas e, consequentemente, uma média de cinco dias parada para reformas e reorganização.
O levantamento total de danos ainda está em andamento, incluindo o dos prédios da prefeitura de Rio do Sul. Um relatório parcial aponta estragos em pelo menos 29 estruturas públicas e prejuízos de R$ 1.168.182. Os dados foram enviados para a Defesa Civil estadual.