Alto Vale
Foto: Almir Serafim

Cláudia Pletsch/DAV

O município de Aurora anunciou que não vai decretar Emergência em virtude do temporal que atingiu a cidade na última semana e causou estragos nas lavouras de cebola, fumo e trigo. O granizo que durou cerca de três minutos na noite da quinta-feira (3), atingiu em cheio as plantações, e agora a Secretaria de Agricultura busca alternativas para auxiliar os produtores.
Segundo o secretário de Agricultura, Almir Serafim, os maiores estragos foram nas comunidades de Coqueiral, Nova Itália, Santa Tereza e São Martinho. Ele conta que além dos cerca de 750 hectares de cebola atingidos, cerca de 180 hectares de fumo, e 70 hectares de trigo também tiveram perdas por causa das pedras de gelo. Além disso, casas estufas e galpões também tiveram danos causados pelo temporal. “Eu percorri essas comunidades e as lavouras que estavam recém plantadas ainda vão conseguir se recuperar mesmo que não 100%, mas nas lavouras mais adiantadas de cebola precoce os estragos foram de 100%. Tem muitos relatos de agricultores que vão plantar grama em cima agora”, avalia.
Almir ainda explica que o município não pretende decretar situação de Emergência pois a extensão atingida não foi grande comparada a extensão de plantações do município, mas que os agricultores devem buscar auxílio da Secretaria de Agricultura. “Não vamos decretar situação de Emergência, o que a gente está orientando para os agricultores é que aquele agricultor que precisar do auxílio técnico nós temos dois agrônomos na prefeitura para avaliar as lavouras, para ver aquelas que valem a pena tentar recuperar com tratamento e orientar aquelas que não valem a pena”, explica.
Ainda segundo o secretário, os estragos não puderam ser medidos em valores, pois algumas lavouras atingidas ainda podem se recuperar.
O morador do município de Aurora, Jelson Gesser, relata que os ventos fortes derrubaram árvores e postes, e que as lavouras de cebola da sua propriedade foram atingidas em cheio. “Infelizmente foi um temporal bastante forte, bastante árvores caíram, e infelizmente as cebolas foram atingidas. Dos males o menor pois as lavouras estão em fase inicial, salvo algumas que estão em um estágio um pouco mais avançado, essas vão ter bastante perdas, mas as que estão em fase inicial ainda podem se recuperar”, conta.
Segundo informações da Secretaria de Agricultura de Ituporanga, no município houve ocorrência de granizo mas os levantamentos sobre estragos ainda não foram concluídos, e a maior preocupação é com as áreas que fazem limite com o município de Aurora.