Alto Vale

Reportagem: Helena Marquardt/DAV

Com as aulas suspensas por tempo indeterminado, diversos municípios do Alto Vale estão distribuindo a merenda escolar para moradores carentes. Foi o caso de Pouso Redondo, que está entregando 140 kits emergenciais de alimentação para famílias de alunos com maior vulnerabilidade social.
Os kits são montados com os alimentos que estavam em estoque nas escolas e creches da rede municipal como arroz, trigo, açúcar, bolacha, óleo de soja, leite, macarrão, fubá, polvilho, entre outros. Na cidade foram entregues, ainda, alimentos orgânicos, como suco de uva integral e açúcar mascavo, bem como alimentos diferenciados utilizados na alimentação escolar, como cacau em pó, linhaça, gergelim e temperos naturais.
A distribuição é feita de acordo com a Lei nº 13.987 que autoriza, em caráter excepcional, durante o período de suspensão das aulas em razão da situação de emergência e calamidade pública, a distribuição de gêneros alimentícios adquiridos com recursos do Programa Nacional de Alimentação Escolar (PNAE), aos pais ou responsáveis dos estudantes das escolas públicas de Educação Básica.

Segundo o prefeito, Oscar Gutz, o município seguiu todas as orientações recebidas pela Federação Catarinense de Municípios (Fecam). “Inicialmente foi realizado levantamento dos gêneros alimentícios em estoque nas escolas e creches. Para definição dos critérios de distribuição, a Comissão Intersetorial de Alimentação Escolar levou em consideração a situação de vulnerabilidade da família do aluno, conforme o levantamento realizado por cada unidade escolar. Posteriormente, os alimentos de todas as unidades escolares foram reunidos e os kits foram montados”, disse.
A distribuição foi realizada em cada unidade escolar, coordenada por seus diretores e coordenadoras, e os kits foram entregues aos responsáveis mediante assinatura de recibo e registro fotográfico para fins de prestação de contas. Ele explica ainda que as famílias assistidas pela Assistência Social através de auxílio financeiro ou cesta básica não foram contempladas com a distribuição da merenda para que uma mesma família não fosse contemplada duas vezes, possibilitando que um número maior de famílias fosse atendido.
Outras cidades também distribuíram a merenda

Outras cidades da região como Aurora e Trombudo Central também decidiram distribuir os alimentos da merenda escolar para as famílias carentes. Os produtos, comprados em sua maioria da agricultura familiar, estariam próximos do vencimento e para evitar o desperdício estão sendo doados.