Alto Vale, Cidade

O pequeno Murilo Trainotti Pinheiro, o modelo e Mister de Rio do Sul de apenas cinco anos, continua conquistando títulos por onde passa. Dessa vez, ele levou a faixa de Mister Brasil para casa. O concurso aconteceu no último sábado (10), no Rio de Janeiro, e carimbou seu passaporte para o próximo desafio: O Mister Universo, que será disputado no Peru, em setembro deste ano.

Para conseguir bancar a viagem das crianças que disputavam o título, uma rifa foi criada no mês passado por uma agência de modelos. Flávia Trainotti Pinheiro, a mãe do Murilo, não sabe ao certo quantos números foram vendidos, mas ressalta que a ação contribuiu para a realização de mais este sonho. “Vendemos bastante rifas, difícil dizer quantas, mas muitas. Como sempre, meu pai ajudou muito com a compra e venda de rifas, e com a passagem minha e do Murilo”, explica a mãe orgulhosa.

Flávia e Murilo embarcaram para a Cidade Maravilhosa na sexta-feira (9). Neste dia, todos os modelos ficaram confinados no hotel por conta dos ensaios, e à noite participaram de um jantar de confraternização. Já no sábado (10), os pequenos conheceram os pontos turísticos do Rio, como o Cristo Redentor, e depois tiveram mais um ensaio preparatório para o grande dia. “A viagem foi linda, e o concurso emocionante”, afirmou Flávia.

Murilo precisou encantar oito jurados para conquistar o título de Mister Brasil. O primeiro desfile trouxe cada participante com um traje típico de sua região, e o segundo desfile mostrou os modelos em trajes de gala. “Ele foi perfeito, e graças a Deus veio o título”, declara a mãe do Mister.

Mister Universo

Até o momento, Murilo já conta com nove títulos em sua breve – e talentosa – carreira. O próximo desafio do pequeno é no final de setembro deste ano, quando ele viaja ao Peru para competir pelo título de Mister Universo. Com a recente faixa de Mister Brasil, as expectativas para a competição mundial são altas, e os próximos meses serão de ensaios e muita dedicação para trazer mais esse concurso para casa. “A gente vai precisar trabalhar bastante, porque o valor lá é alto, mas é um título mundial, então a gente vai correr atrás e batalhar”, conclui Flávia.

Carolina Ignaczuck