Política
Foto: Helena Marquardt

Reportagem: Helena Marquardt

O candidato à reeleição em Ibirama pelo MDB, Adriano Poffo, concedeu entrevista ao DAV onde falou da vontade de continuar o trabalho que vêm fazendo por mais um mandato e também garantiu que caso seja eleito pretende manter a mesma postura ativa nas redes sociais onde interage com seguidores e responde críticas e elogios à sua gestão. Segundo ele a intenção é continuar aberto ao diálogo com a comunidade, além de focar em melhorias de áreas como a saúde.

Ao fazer um balanço do primeiro mandato, ele diz que está satisfeito com o trabalho dos últimos quatro anos e em sua avaliação conseguiu alcançar a principal proposta que era terminar obras que estavam paradas há vários anos. “Resolvi concorrer novamente pelo trabalho realizado até este momento. Sabemos dos problemas que Ibirama tem, mas entendemos que a cidade vem de uma crescente. Desde o início falamos em terminar as obras já iniciadas e conseguimos finalizar a maioria, como a conclusão da quadra do Padre Anchieta, o trevo da Rua Blumenau, o Parque Municipal, a ponte do Centro e a revitalização do Centro que estamos fazendo, entre outras”, comenta.
O emedebista ressalta que boa parte das obras aconteceram no Centro, mas atendem a toda a comunidade e diz que quer continuar a frente do Executivo para fazer mais.

Sobre os desafios que seriam enfrentados em uma segunda gestão ele afirma que gostaria de focar, especialmente na Saúde, com a realização de mutirões para diminuir a fila de espera. “Melhoramos a saúde, mas ela sempre precisa melhorar. Essa seria uma das secretarias que vamos dar uma atenção maior agora. Sei que não é em quatro anos que se resolve o problema de uma cidade, nem em oito, nem em doze. Sempre vamos ter que evoluir. Considero que fiz uma administração boa, mas não digo que é perfeita e isso não é possível. O que queremos é continuar o trabalho. Agora sei que podemos fazer ainda mais, porque não precisaremos investir tudo o que investimos em todas as obras e esse recurso ficará disponível para outros investimentos”, acrescenta.

Outra proposta é apostar nas pavimentações comunitárias. “Não temos recursos para pavimentar todas as ruas da cidade, mas teremos algumas parcerias nas ruas onde existem moradores, e nos acessos, onde há muitos terrenos baldios vamos procurar parcerias com o Governo do Estado e Governo Federal, recursos para levar essa pavimentação ao interior”, disse.
Questionado sobre comentários em relação à não aceitação de críticas em redes sociais a respeito de sua gestão, ele respondeu que pretende manter a mesma postura ativa e que abre o espaço para discussão. “Todos os anos estive muito presente na comunidade e nas redes sociais, isso desde 2008 e não vou sair. Se o prefeito vai lá e responde as postagens como eu faço, alguns levam como algo positivo e outros como negativo. Entendo que não é porque sou político que tenho que escutar tudo e ficar quieto. Se alguém fala, pergunta ou critica, tem que entender que posso responder e vou continuar fazendo. Dou a liberdade da pessoa falar e ter a resposta. Essa é minha postura, não estou criando um personagem”, finaliza.