Cidade
Foto: Divulgação

Reportagem: Rafaela Correa/DAV

Na Fundação Cultural de Rio do Sul tudo se transforma em arte e no dia 29 de setembro, às 20h, mais um evento com a participação de alunos e professores está marcado, a Noite do Acordeom, que fará uma homenagem ao Trio Parada Dura.

O evento é coordenado pelo Departamento de Música, sob responsabilidade do professor de acordeom, Odair de Souza. Ele conta que todas as músicas foram escolhidas uma a uma para garantir que o show impressione o público.

No geral, todos os anos o evento faz homenagem a um artista e essa é a vez do Trio que marcou toda uma geração. “Eu sempre fui fã do Trio Parada Dura, não só eu, mas muita gente. Sempre me inspirei no gaiteiro, Mangabinha, no jeito de tocar. É um estilo próprio e me vi na obrigação de fazer uma pequena homenagem a eles em forma de música. O evento vai ser no dia 29 de setembro, às 20 h no Teatro Domingos Venturini, com público restrito. São 120 lugares, por isso tem que reservar o ingresso antes”, comenta.

Odair ainda diz que o repertório tem 36 canções divididas em 15 pout-pourris. “Na noite a gente vai fazer um pequeno resumo das obras deles. Tentei reunir os clássicos do Trio Parada Dura, como, por exemplo, Telefone Mudo, Cordão de Ouro, Cruz Pesada, Passe Livre, Bobeou a Gente Pimba, Blusa Vermelha, As Andorinhas, Aceita que dói menos e etc”, explica.

Das apresentações vão participar alunos, professores e convidados, totalizando cerca de 40 músicos e cantores envolvidos. “Os ensaios já estão sendo feitos e está ficando tudo lindo. Tenho certeza de que será uma noite inesquecível, que trará boas recordações a todos”, destaca.

Para participar do evento é necessário entrar em contato com a secretaria da Fundação Cultural através do número (47) 3521-7702.