Alto Vale
Foto: Helena Marquardt - Novo bloco da Udesc de Ibirama que está em construção.

Em 2018 os jovens da região do Alto Vale do Itajaí terão uma nova oportunidade em Ibirama. Foi aprovado no Conselho Universitário, o curso de Engenharia Civil no Centro de Ensino Superior do Alto Vale do Itajaí (Ceavi) da Universidade do Estado e Santa Catarina (Udesc).

A previsão é de que a graduação comece no segundo semestre de 2018 e inicialmente serão oferecidas 40 vagas. Para o novo curso será utilizado o bloco que está em construção. O investimento do Governo do Estado na nova estrutura é de R$7,5 milhões.

O diretor da Udesc de Ibirama, Carlos Alberto Barth, afirma que a ideia começou a ser trabalhada há mais de dois anos. “O primeiro passo foi a elaboração do projeto feito com base em diversas pesquisas de demanda e da nossa capacidade de implantação desse curso e ao longo desse percurso travamos uma batalha muito intensa em prol da aprovação em todos os conselhos, mas finalmente conseguimos a autorização após um longo debate”, comentou.

Ele ressaltou que o perfil socioeconômico do Vale do Itajaí deu força para a implantação. “Vivemos numa região bastante populosa, industrializada e de economia forte que tem na construção civil uma das suas bases. Os indicativos apontam que quando implantado esse curso vai fortalecer a Udesc na região”.

Carlos esclareceu ainda que com a aprovação da Engenharia Civil, o curso de Engenharia Sanitária não vai mais ser oferecido nos próximos vestibulares da Udesc devido à baixa procura, mas que os estudantes de Ibirama vão concluir a graduação normalmente. “É importante frisar também que o perfil profissional dos alunos de Engenharia Civil também vai abranger esta área que é muito necessária, a grade montada vai permitir que eles façam projetos de saneamento.”

O secretário executivo da Agência de Desenvolvimento Regional de Ibirama, Jamir Marcelo Schmidt, comemorou a conquista e lembrou a luta de várias pessoas para que o curso fosse aprovado. “Precisamos reconhecer o trabalho do ex-diretor Dario Nolli, que foi o primeiro diretor do campus e criou o curso de Engenharia Sanitária, do reitor da Udesc Marcus Tomasi e também do deputado estadual Aldo Schneider (PMDB). Eles foram pessoas que tiveram participação nesse processo e que com certeza entendem a importância desse novo curso, que vai proporcionar ensino de qualidade e totalmente gratuito, fortalecendo a nossa região e trazendo mais desenvolvimento.”

Curso tem aprovação da população

No final do ano passado, a instituição realizou uma consulta popular que apontou que a população do Vale Norte era totalmente a favor da graduação na região. Durante dezembro foram realizadas audiências públicas nas nove cidades de abrangência da Agência de Desenvolvimento Regional de Ibirama com a intenção de saber da comunidade e autoridades qual o nível de interesse na mudança do curso de Engenharia Sanitária por Engenharia Civil.