Sem categoria
Foto: Aquibadã Notícias

Depois de cerca de 90 dias de investigações, na manhã dessa quarta-feira (16), o 13º Batalhão de Polícia Militar juntamente com o Grupo de Atuação Especial de Repressão ao Crime Organizado (Gaeco), e o Ministério Público realizaram a “Operação Escobar” no município de Presidente Getúlio. A ação policial tinha como objetivo cumprir seis mandados de busca e apreensão e nove mandados de prisão por envolvimento com tráfico de drogas e organizações criminosas.
Os mandados de busca resultaram na apreensão de diversos tipos de drogas, smartphones e balanças de precisão além de valores em dinheiro. Segundo o chefe da Agência de Inteligência do 13º BPM, tenente Gustavo Córdova, a quantidade de dinheiro e drogas apreendidas não foi levantada até o momento.
Ainda segundo o MPSC após encerrados os trabalhos de buscas, os nove detidos foram ouvidos pela promotora de Justiça da Comarca de Presidente Getúlio, Daianny Cristine Silva Azevedo Pereira. Após as oitivas, todos os nove presos foram conduzidos para o Presídio Regional de Rio do Sul e Presídio Feminino de Itajaí.
Na região do Alto vale, segundo informações do 13º BPM, desde o início do ano 66 pessoas já foram presas por envolvimento com tráfico de drogas.