Cidade
Foto: Divulgação

Na manhã desta quinta-feira (25) foi de homenagens na Câmara de Vereadores de Rio do Sul. É que nove pessoas nascidas fora do município receberam o título de Cidadão Rio-sulense por relevantes serviços prestados à comunidade.

Cada vereador, após ouvir a comunidade teve o direito de indicar um nome. Receberam o título Leontino Alfredo Ribeiro Neto, por indicação de Marcos Zanis; Iracema Wutzow, lembrada por Adilson Bonfanti; Aldo Luiz Mees, que recebeu a honraria das mãos de Sueli de Oliveira; Sinauri Mauro Xavier, por iniciativa de Eroni Francisco da Silva; Dionísio Tonet, homenageado a pedido de Pastor Thyago Melo; Elma Westphal Kwitschal, por indicação de Nilso Crespi; Nivaldo Stopassolli, lembrado por Moacir Vieira; Fabiana dos Santos Linhares, homenageada por Danielle Zanella e Mario Nelson Ramos, por iniciativa de Eduardo Freitas.

A história de Leontino Alfredo Ribeiro Neto está ligada a fundação da Renal Vida, em 1991. Ele participou ativamente do crescimento da unidade de diálise e hoje se dedica mais ao consultório e à Associação Renal Vida, na qual é vice-presidente.

Já Iracema Wutzow foi professora na Escola Professora Maria José Pinto da Luz, que posteriormente passou a ser denominada Escola de Educação Básica Willy Hering, durante 36 anos, contribuindo com o desenvolvimento de muitos alunos. Na comunidade, participou do Grupo de Idosos Andorinha e ajudou a arrecadar fundos para a construção da Catedral São João Batista, além de desenvolver um trabalho como catequista.

O homenageado Aldo Luiz Mees é diretor-presidente na IPM Sistemas, empresa criada em 1996, que hoje é pioneira e líder em sistemas 100% em nuvem para gestão pública municipal, com mais de 500 clientes. Toda essa tecnologia é desenvolvida em um moderno Centro de Tecnologia em Rio do Sul, um dos principais empregadores da região.

Indicado por Eroni Francisco da Silva, Sinauri Mauro Xavier foi o primeiro diretor da habitação da Secretaria Municipal de Assistência Social e Habitação de Rio do Sul, desenvolvendo programas habitacionais em áreas rurais e urbanas com convênios da Cohab e CEF, reformas de unidades habitacionais, regularização fundiária e com a doação de escrituras e diversos outros serviços. Trabalhou também na Alesc e na ADR, e no voluntariado auxiliou na Associação Jardins de Infância Vovó Belinha e no Centro Comunitário Divino Espírito Santo.

Dionísio Tonet foi outro homenageado que recebeu o título pelos trabalhos em favor da segurança pública em todo o estado. Entre vários cargos na Polícia Militar, ele também comandou o batalhão da PM em Rio do Sul entre 2014 e 2016. Na educação, foi instrutor de Formação de Instrutores Proerd, Curso Séries Iniciais e Curso Pais; em diversos cursos de Capacitação e Revitalização do Efetivo; na Formação dos Cursos de Soldados, Cabos, Sargentos e Oficiais; e palestrou em diversos cursos, capacitações e encontros de formação, tanto internamente na Polícia Militar quanto como convidado em ambientes civis.

Elma Westphal Kwitschal também foi professora por mais de 44 anos, primeiro na Escola de Educação Básica Frederico Navarro Lins, e a partir de 1996, na Escola de Ensino Fundamental Luís Ledra, tendo sido diretora em ambas. Construiu uma aliança muito forte de respeito e cumplicidade, participando também da Associação de moradores do bairro Taboão, hoje exercendo o cargo de vice-presidente.
Nivaldo Stopassolli fundou, em 1995, a Stopassolli Transportes, uma emprega com cerca de 40 colaboradores diretos e que movimenta mais de 30 empregos indiretos.

A advogada Fabiana dos Santos Linhares fundou seu escritório próprio onde atua até hoje e com o aumento dos problemas brasileiros relacionados à violência doméstica e violência contra a mulher, desde 2013 ela passou a organizar as rodas de conversas com mulheres e homens para tratar do assunto. Em 2017 ela tornou-se presidente do Conselho Municipal de Direitos da Mulher de Rio do Sul. Fundou a ONG Ibramel – Instituto Brasileiro Mulheres em Luta, que tem como objetivo reunir as iniciativas de ações sociais em favor dos direitos da mulher, e também organizar dados regionais sobre a violência para base das politicas públicas.

Mario Nelson Ramos foi escolhido pelo incentivo ao esporte na região. Proprietário do Despachante Alameda desde 2008 participou de 26 edições consecutivas do Torneio de Verão entre os anos de 1976 a 1992, organizado pela Associação Brejeiros da Madrugada. Em 1992 tornou-se um dos fundadores do SACI Futsal, grupo formado por ex-atletas de futsal da região.