Política

Para muita gente, quando houve o nome do Solidariedade 77, pode até imaginar que é um novo partido. Mas se engana quem pensa assim. Ele foi fundado em 2012 e daqui a alguns meses completa 10 anos de atuação. Com uma linha centro-esquerda a sigla tem uma bancada de 14 deputados federais no Congresso Brasileiro. “Em Santa Catarina ainda somos pouco conhecidos. O nosso desafio para o pleito de 2022, na eleição de deputados, senadores, governador e presidente, é expandir o partido para os quatro cantos do estado. Temos apenas 27 executivas formadas em SC e a gente sabe que temos muito trabalho pela frente”, explica o ex-deputado estadual Patrício Destro.

Destro é natural de Joinville, formado em jornalismo, e já foi por duas vezes o vereador mais votado. Se elegeu deputado estadual em 2014. Atualmente, aceitou o desafio de colaborar na construção do Solidariedade.

Ele revela que dos 295 municípios em Santa Catarina em menos de 10% deles o partido está organizado. “Nós traçamos uma meta de elegermos dois deputados estaduais um federal. Para isso assumimos em compromisso registrado em ata na executiva estadual de não aceitarmos ninguém com mandato para as próximas eleições. Nossa intenção é oferecer ao eleitor um partido com nomes de peso mas que nunca exerceram nenhum cargo no congresso ou assembleia. Queremos pessoas com proposta, com caráter, com credibilidade e, principalmente, com formação adequada para o cargo que irão disputar. É uma meta ambiciosa como é também ambicioso o fato de criarmos, pelo menos, 100 comissões provisórias em todas as regiões do estado. A gente sabe que o tempo é curto mas tenho certeza que vamos atingir, “ relata Destro.

O trabalho de construção de novas executivas do Solidariedade inicia pelas cidades do Alto Vale. A intenção do partido é constituir, pelo menos, um grupo em cada um dos 28 municípios. “Estamos indo cidade a cidade e conversado com lideranças locais e apresentando o nosso projeto. Estamos muito felizes pois a recepção é muito maior do que imaginávamos. Acredito que até dezembro teremos o 77 atuando e mostrando um projeto alternativo para a população”, relata o ex-deputado.