Cidade
Foto Ascom Rio do Sul

Os participantes do projeto de implementação de Núcleos Comunitários de Proteção e Defesa Civil (Nupdec) de Rio do Sul, receberam seus certificados de conclusão da atividade. A cerimônia, na semana passada, no Parque Universitário Unidavi, contou com representantes de bairros que fizeram parte da longa jornada de 16 encontros de debates nos bairros ao longo do ano.

O foco era reunir a população para discutir sobre ações preventivas em casos de enchentes e desastres naturais. A cidade foi mapeada e dividida em quatro núcleos para uma organização mais precisa, de acordo com a situação vivida por cada comunidade em decorrência do desastre natural.

Nos 16 encontros técnicos da Defesa Civil foram tratados temas como desastres naturais, planos de emergência familiar e comunitário e percepção de áreas de riscos e desastres. O planejamento comunitário é uma forma de pensar o que há no próprio bairro, sugestões de abrigo conforme a região e número de pessoas possíveis para usá-lo.

Para o prefeito José Thomé, que participou da entrega dos certificados, a comunidade é fundamental para a parceria com a Defesa Civil, assim como deve estar consciente que precisa ser mais participativa. “Não podemos pensar em Defesa Civil e plano de ação apenas em períodos de emergência. A sociedade quer evitar imprevistos e temos que fazer o máximo possível para que novas enchentes não ocorram, por exemplo. Mas quando acontece, precisamos estar todos integrados”, ressaltou.

A Defesa Civil já tem planejado uma capacitação individual para fevereiro de 2018. “Iremos preparar os membros dos núcleos para utilizar o rádio de comunicação, por exemplo. Também estamos encarregados de trazer a Capitania dos Portos e Corpo de Bombeiros para capacitar a população para utilizar canoas”, explica o diretor da Defesa Civil, Moacir Cordeiro.