Cidade
Foto: Divulgação

Apesar do ano de 2020 ter sido de grande dificuldade em todos os setores por conta da pandemia da Covid-19, a geração de empregos em Rio do Sul não demonstra ter sido desacelerada em relação a anos anteriores. De janeiro a outubro de 2020, o saldo entre novas contratações e desligamentos de pessoas com carteira assinada é positivo em 657 vagas.

De acordo com dados do Ministério da Economia, Rio do Sul teve de janeiro a outubro, 9.975 admissões e 9.318 desligamentos. No mês de outubro foram 194 contratações a mais do que demissões, sempre para empregos com carteira assinada.

O resultado do saldo anual coloca Rio do Sul na 23ª colocação entre os municípios catarinenses com melhor desempenho na geração de novos empregos, sendo ainda o 190º no Brasil.

De acordo com o secretário de Desenvolvimento Econômico, Paulo Fiamoncini, as empresas em Rio do Sul tem dado grandes demonstrações de resiliência neste ano, principalmente em função de adaptar a economia à queda da movimentação econômica por causa da pandemia. O setor que mais contratou até agora em 2020 em Rio do Sul foi a indústria, seguido do comércio e de serviços. O total de pessoas com emprego formal em Rio do Sul é de 24.325 pessoas.