Alto Vale
Foto: Divulgação

O primeiro livro publicado de forma coletiva na história de Presidente Getúlio já tem data para ser lançado: 25 de novembro de 2017. Nesta data, a partir das 17h, a obra “Joias Getulienses” será apresentada ao público, na Associação dos Aposentados e Pensionistas, no Centro da cidade. O evento vai contar com declamações, posse de novos imortais, implantação da Academia Escolar e apresentação do Patrono da Entidade, além de diversas apresentações. A entrada será gratuita.

Após um ano de muito trabalho, como a regularização através da criação de uma associação e participações em diversos eventos literários pelo estado, a ALB/SC-PG comemora três anos de atividades apresentando textos inéditos em uma nova publicação. Criada em 2014, a entidade já desenvolveu projetos como Leitura na Praça, com a presença de escritores na praça Otto Müller contando histórias e apresentando suas publicações, Feira Literária, durante a tradicional Festa do Leite, contação de histórias em escolas de Presidente Getúlio, Barra Velha (no evento Porto Literário), e, em 2017, ainda vai desenvolver a primeira edição do projeto Natal Literário, com distribuição, em Presidente Getúlio, de 250 livros doados pela Biblioteca Pública do Estado de Santa Catarina.

Completando três anos em novembro de 2017, a ALB/SC-PG vai comemorar esse importante momento com o lançamento do livro “Joias Getulienses”, repleto de contos, poemas, autobiografias, pesquisas, contos, histórias reais, ficção e crônicas, que versam sobre os mais variados temas. Amor, vida, superação e solidariedade são alguns dos assuntos encontrados nas 274 páginas da publicação, contemplando crianças, jovens e adultos em narrativas envolventes.

Os autores das quase três centenas de páginas são integrantes do coletivo das mais variadas idades. Ao todo, cerca de 40 membros fazem parte da Academia, desde crianças até idosos, somando cerca de 60 livros já publicados, mostrando a diversidade e o potencial literário da cidade. A publicação coletiva vem para apresentar de forma mais ampla esses textos, que, até então, estavam guardados, engavetados ou até mesmo não tinham sido escritos, e a partir da possibilidade de impressão da obra, ganharam vida através do trabalho coletivo.

Faz parte ainda das comemorações de aniversário e do lançamento do livro, um evento multicultural que vai contar com música, exposições, declamações e intervenções culturais, integrando a comunidade e apresentando artistas da cidade, valorizando a cultura local.