Alto Vale
Foto: CRS/DAV

Reportagem: Rafaela Correa/DAV

Após quase dois anos de espera, iniciaram as obras de recuperação na rua Conselheiro Willy Hering, que faz ligação entre Rio do Sul e Lontras. Os trabalhos devem durar cerca de seis meses e os motoristas devem ficar atentos ao transitar pelo trecho, a fim de evitar acidentes.

Em novembro de 2019, uma parte da pista foi totalmente destruída após um desmoronamento. Desde então, a recuperação é uma demanda muito aguardada por diversos moradores e pessoas que usam a via para se deslocar. O prefeito de Rio do Sul, José Thomé, falou sobre a demora e afirmou que parte do processo teria ficado sob responsabilidade do Governo do Estado, que só teria feito o pagamento da primeira parcela há uma semana.

“O processo da espera se deu até o Estado reconhecer a responsabilidade na Execução da obra. Ela é uma ligação entre municípios apesar de que a erosão aconteceu no perímetro de Rio do Sul, mas foi toda uma discussão, inicialmente na Defesa Civil do Estado, depois na Casa Civil que reconheceu e encaminhou para a Secretaria de Estado da Infraestrutura e depois foi feita a licitação da obra. O pagamento da primeira parcela foi feito na semana passada no valor de cerca de R$ 1,6 milhão”, esclarece.

Ele diz ainda que o restante do valor deve ser repassado conforme o andamento da obra. “Funciona assim, a empresa executa, o fiscal mede a obra, os engenheiros mensuram o quanto foi executado em volume financeiro, encaminham o relatório para o Estado, que faz as observações, fiscaliza e libera o recurso”, acrescenta.

O prazo para conclusão das obras previsto no contrato, segundo o prefeito é de até seis meses, mas o término dependerá das condições climáticas.
A reconstrução está orçada em aproximadamente R$4 milhões, sendo que somente uma parte será feita pelo Estado, já a pavimentação ficará sob responsabilidade da Prefeitura de Rio do Sul e deve custar em torno de R$ 500 mil.

Com o início das obras, os motoristas devem ficar atentos, já que em certos momentos a pista poderá ser fechada para melhor execução dos trabalhos. O prefeito destaca que é preciso paciência para poder restabelecer a passagem.

“É muito importante que todos tenham cuidado, interditar a gente não quer, porque sabemos que compromete o ir e vir de estudantes, nós temos uma escola referência para Lontras que fica no bairro Bela Aliança, nós temos indústrias que escoam produção e que trazem matéria-prima, argila, por exemplo, daquela região. Então a gente não quer interditar, mas estive no local das obras hoje e o volume de imprudência, gente furando o semáforo é constante e isso não pode acontecer agora porque um acidente com um maquinário pode trazer danos físicos graves, o importante é que todos transitem ali com o mínimo de velocidade possível e respeitando o canteiro de obras existente”, completa.