Cidade
Foto: Divulgação

Reportagem: Helena Marquardt/DAV

O Observatório Social do Brasil de Rio do Sul apresentou durante sua Assembleia Geral Ordinária o balanço de todas as ações realizadas em 2021 com destaque para avaliação e acompanhamento de 218 licitações realizadas pela Prefeitura ao longo do ano, além de uma análise detalhada dos repasses recebidos do Governo Federal e sua aplicação no combate à covid-19.

Outra atuação importante do Observatório Social apresentado no evento foi a dispensa de licitação para a construção da nova arena municipal de esportes da cidade, que receberá investimentos de R$ 8,3 milhões. Na época, depois de uma licitação deserta, o Executivo lançou a dispensa de licitação.

“Nessa ocasião nós fomos buscar informações a respeito dessa construção com o Prefeito e a equipe técnica da prefeitura e também nos reunimos no Ministério Público em busca de algumas orientações a respeito desse procedimento. Ao final, constatamos que a modalidade de licitação foi a Dispensa em razão do prazo que a Prefeitura tinha para estar utilizando o recurso repassado pelo Ministério da Cidadania que estava vencendo”, ressaltou a secretária executiva, Laís Emanuéli.

A Assembleia, realizada no auditório da Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL) de Rio do Sul, contou com a presença de membros da diretoria, voluntários e alguns mantenedores da instituição e teve ainda a aprovação de contas por unanimidade do Exercício Financeiro do ano de 2020.
O vice-presidente para Assuntos Administrativo-Financeiros, Eduardo Schroeder, ressaltou que mesmo diante da pandemia da Covid, o Observatório conseguiu reequilibrar seu caixa, fechando o ano de 2020 sem déficit, ao contrário do que aconteceu no ano de 2019.

“Esse reequilíbrio financeiro foi possível em razão das contribuições mensais recebidas pelos mantenedores e também através de um convênio feito com a Unidavi, que acabou cedendo um espaço para que o Observatório se instalasse no Centro de Inovação Norberto Frahm sem custos”, afirmou.

No evento o presidente, Riciéri Ramlov e a secretária executiva, Laís Emanuéli, fizeram a apresentação das principais ações promovidas pelo Sistema OSB no município de Rio do Sul, ao longo do ano de 2021 como a avaliação dos repasses feitos pelo Governo Federal ao município para o combate e prevenção à Covid-19. Ao todo a cidade recebeu R$ 27.439.519,00 e não foi constatada nenhuma irregularidade na aplicação.

Ramlov também ressaltou algumas palestras itinerantes promovidas pela instituição e o acompanhamento e avaliação de 218 licitações realizadas em 2021. “Essa prestação de contas tem o intuito de aproximar voluntários, mantenedores e a comunidade em geral, para que aprendam um pouco mais sobre os objetivos do Observatório Social do Brasil de Rio do Sul e entendam a nossa forma de atuação. Ao longo dos sete anos, com o auxílio do Observatório, muitos valores retornaram aos cofres públicos municipais, o que nos inspira a dar continuidade a esse belíssimo trabalho” concluiu o presidente.