Alto Vale, Segurança

A Polícia Civil do Estado de Santa Catarina, através da Divisão de Investigação Criminal de Rio do Sul – DIC, encerrou na tarde do último domingo (23), a operação “Peixe Grande”, com a prisão de um dos maiores fornecedores de cocaína do Alto Vale do Itajaí, Tarcisio Peixer, de Vitor Meireles, que foi preso em flagrante após vender cerca de 300 gramas de cocaína para um traficante de Pouso Redondo/SC.

A investigação vem acontecendo desde fevereiro deste ano, em Rio do Sul, quando a Polícia Civil passou a monitorar um ponto de tráfico de cocaína no bairro Canta Galo. Um grupo de seis pessoas, que incluía toda a família, distribuía a narcosubstância que era adquirida com Tarcisio Peixer, oriundo de Blumenau/SC.

No dia 16 de março de 2017, a primeira parte da operação foi deflagrada em Rio do Sul, com o apoio da Agência de Inteligência do 13º Batalhão da Polícia Militar, e após o cumprimento de mandado de busca na residência utilizada pelo grupo, foram apreendidos cerca de 200 gramas de cocaína armazenadas para distribuição e 10 petecas da mesma substância prontas para venda, o que restou na prisão de Pedro Furquim, líder do grupo, e dos demais integrantes, além da apreensão de dinheiro, balança de precisão e 2 veículos.

Já na segunda fase da operação, constatou-se que Tarcisio vendia drogas também para outros traficantes da região do médio e alto vale e se mudou com a esposa para um sítio em Vitor Meireles, local em que levava uma vida tranquila criando peixe e gado. Foi também identificado mais um traficante, da cidade de Pouso Redondo, que também adquiria cocaína de Tarcisio.

No último domingo (23) os investigados foram presos em flagrantes, após realizar um entrega de cocaína, por volta do meio dia, na Serra da Itoupava. O suspeito, Claudecir Custódio, e sua esposa, Esatilde Lima da Silva, foram perseguidos pela polícia civil até Pouso Redondo, onde foram abordados e encaminhados à delegacia.

 

Durante busca minuciosa no veículo, foi encontrando cerca de 300 gramas de cocaína embaladas com plástico transparente sob o câmbio do veículo, no interior do console.

Diante dos fatos foi dado voz de prisão ao casal e diligenciado até a cidade de Vitor Meireles, onde foi cumprido mandado de busca e apreensão na residência de Tarcisio, sendo encontrado cerca de R$11.000,00 (onze mil reais) em dinheiro. Dessa quantia, R$7.500,00 são provenientes da aquisição de cocaína feita por Claudecir, o que levou a prisão também em flagrante de Tarcisio e de sua esposa, Debora Rosane da Silva, a qual também participava do comércio ilícito. Além do numerário foi apreendido o veículo do casal.

No total, a operação conta com 12 pessoas que estão no Presídio Regional de Rio do Sul à disposição da Justiça e uma adolescente que foi apreendida e liberada, além da apreensão de: 04 veículos, cerca de R$15.000,00 (quinze mil reais), e mais de meio quilo de cocaína, que após processado e vendido para o consumidor final poderia render até R$30.000,00 (trinta mil reais).