Alto Vale
Foto: Arquivo/DAV

Reportagem: Helena Marquardt/DAV

A Polícia Rodoviária Federal inicia nesta sexta-feira (12), em todo o país, a Operação Proclamação da República que segue até às 23h59min de segunda (15). Ao todo serão quatro dias de aumento na fiscalização das rodovias federais para educar, prevenir, manter a normalidade do fluxo de veículos e reduzir o número de acidentes e vítimas no trânsito. No Alto Vale, de acordo com a PRF, alguns trechos exigem atenção especial dos motoristas em relação a congestionamentos e principalmente buracos na pista, que podem causar prejuízo e acidentes.

O chefe de comunicação da PRF, Adriano Fiamoncini, comenta que em relação a congestionamentos a expectativa é que os trechos que podem registrar filas são a área urbana de Apiúna e também a de Rio do Sul. “Já em relação a riscos de acidentes os trechos mais perigosos são as duas serras, a da Santa em Pouso Redondo e de Ibirama que exigem mais cuidado dos motoristas”, comenta.

Sobre as condições precárias da BR-470 na região ele diz que a única alternativa aos motoristas é reduzir a velocidade. “Sabemos que a BR-470 está em condições precárias de conservação e para evitar o perigo de algum acidente ou pelo menos de um pneu furado a única defesa do motorista é reduzir a velocidade, andar mais devagar que o normal porque quanto menor a velocidade do veículo mais tempo o motorista vai ter para visualizar o buraco e desviar dele, então é fundamental ele agir de forma defensiva dirigindo devagar”, completa Fiamoncini.

O policial rodoviário Manoel Fernandes Bittencourt, do posto da PRF em Rio do Sul, acredita que na região a movimentação deve ser mais intensa no sentido Litoral na sexta-feira e sábado pela manhã e no retorno, na segunda-feira. “Alguns momentos de congestionamento e muita fila são uma característica desse tipo de feriado prolongado”, disse.

As principais infrações a serem evitadas na operação são o excesso de velocidade, alcoolemia ao volante, não uso cinto de segurança ou de dispositivos de retenção para as crianças, ultrapassagens indevidas e uso de telefone celular. Para isso, a PRF em Santa Catarina contará com o reforço de policiais que vão trabalhar na folga e de agentes que estão em funções administrativas, mas que também vão para a pista apoiar o efetivo ordinário. “Todas essas situações que possam a resultar em acidentes ou gravidade no acidente são o foco da Polícia Rodoviária. O que recomendamos é que as pessoas tenham paciência e cuidado”, completa Manoel.

No ano passado, o feriado caiu em um domingo. Já em 2019, nos quatro dias de Operação, a PRF registrou 102 acidentes, nos quais 127 pessoas se feriram e três morreram nas rodovias federais de Santa Catarina.

Para 2021 espera-se um aumento no fluxo de veículos principalmente na sexta-feira (tarde/noite), e na segunda à tarde. O tráfego de veículos com dimensões excedentes também será restrito em alguns momentos nas rodovias federais de pista simples. A restrição visa aumentar a fluidez do trânsito nesse tipo de rodovia, maior parte da malha viária nacional.

Nos seguintes dias e horários de maior movimento, esses veículos não poderão transitar, independentemente de estarem descarregados ou de possuírem uma Autorização Especial de Trânsito (AET): na sexta-feira entre as 16h e 22h, no sábado entre 6h e 12h e também na segunda-feira, 15 de novembro entre as 16h e 22h.